Santo Tirso, Sociedade

Execução de percuso pedonal e ciclável (1,4kms) que vai ligar Santo Tirso ao parque urbano de rabada

A Câmara Municipal de Santo Tirso apresentou hoje, dia 29 de Junho, o Programa de Execução de Obras para a Revitalização e Qualificação das Margens do Ave, num investimento global de 10 milhões de euros e cujo financiamento acaba de ser garantido pela Câmara Municipal de Santo Tirso. 

Refira-se que a Câmara Municipal de Santo Tirso foi a entidade que liderou a Parceria de Regeneração Urbana (PRU) que, reunindo mais cinco parceiros locais (Fundação de Santo Thyrso; Escola Profissional Agrícola Conde São Bento (DREN); Café do Rio; Clube de Pesca Desportiva Além Rio e Associação Desportiva e Recreativa Nossa Senhora da Torre), viu a sua candidatura ao Programa Operacional Regional do Norte (ON 2 – O Novo Norte) ser aprovada, ficando assim garantido o financiamento das obras. 

Intitulada “Parcerias para a Regeneração Urbana das Margens do Ave” esta candidatura integra várias obras abrangidas pelo PUMA (Plano de Urbanização das Margens do Ave) e que vão permitir requalificar a zona e tornar as margens do Rio Ave um local de sociabilidade e dinamização de algumas actividades económicas e competitivas, enfatizando o valor histórico-cultural desta área. Criar melhores níveis de fruição das margens do rio e melhorar as condições de circulação com a criação de caminhos pedonais são objectivos deste projecto cuja prioridade se centra na valorização patrimonial, qualificação do equipamento e reabilitação de estruturas existentes. 

PASSEIO PEDONAL E CICLÁVEL – A OBRA MAIS EMBLEMÁTICA 

De entre as várias obras a executar no âmbito deste programa de revitalização e qualificação das Margens do Ave merece destaque a construção de uma passeio pedonal e ciclável, numa extensão de cerca de 1, 4 kms, que vai permitir ligar a cidade de Santo Tirso (desde a ponte junto ao Mosteiro de S. Bento) até ao Parque da Rabada. Avaliada em 4, 7 milhões de euros, esta obra, para além da criação de um percurso pedonal e de uma ciclovia com uma extensão de 1,4 km, que liga as duas margens e permite ir do coração da cidade ao Parque Urbano da Rabada, inclui ainda uma ponte pedonal metálica com 84 metros que atravessará o Rio Ave a cerca de 150 metros do Parque Urbano da Rabada. Está prevista um pequeno parque de estacionamento com 28 lugares de estacionamento, três deles para pessoas com dificuldades motoras, localizado junto à ponte para apoio ocasional.

Diremos ainda que este projecto é concebido com recurso a uma linguagem arquitectónica discreta, será sobre-elevado para menos interferir com o sistema ecológico, terá iluminação incorporada, resultando numa obra afirmativa mas muito bem integrada na paisagem. 

Durante a sessão em que foram apresentados os projectos da PRU, Castro Fernandes, o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, fez uma espécie de balanço daquilo que já tem vindo a ser feito. “Fomos fazendo obra nas margens do Rio. A mais evidente é a do Parque Urbano da Rabada. Continuamos a investir na qualidade da água do Rio Ave e todos nós sabemos que a mesma tem melhorado muito. Em curso, temos o projecto da via panorâmica e a candidatura às indústrias criativas da Fábrica do Teles”, adiantou o autarca destacando que se trata de um “projecto pioneiro”, um dos poucos, aliás, “que foi aprovado em conselho de ministros”, defende. 

“Esta parceria não nasceu de um dia para o outro”, esclarece Castro Fernando relativamente ao projecto que envolve “obras tão emblemáticas”, que o “Concelho já pedia há muito tempo” e que descreveu pormenorizadamente. 
 
 

OS OUTROS INVESTIMENTOS 

Os investimentos propostos pela PRU, e agora aprovados, prendem-se essencialmente com a reconversão da faixa marginal do Rio Ave que atravessa o perímetro urbano, num espaço de articulação das duas margens de rio (e da cidade) e uma zona de importantes atravessamentos rodoviários norte-sul. Mais especificamente: 

  • Percurso Pedonal das Margens do Ave – Fábrica do Teles – valorização do Património Edificado e Arranjo da Frente Ribeirinha (investimento de € 2.052.125). Vai ser efectuada intervenção numa das naves, que será orientada para actividades de índole cultural). O objectivo será valorizar a frente de rio da área da fábrica.
  • Parque Urbano da Rabada (animação) – Serão criadas actividades culturais e desportivas, bem como pequenos equipamentos. O investimento rondará os € 413.000.
  • Realização de Provas de Pesca Desportiva no Rio Ave (CPDAR) – Investimento de cerca de € 27.600.
  • Realização de Provas de Pesca Desportiva no Rio Ave (ADRNST) – Investimento de cerca de € 7.200.
  • Passeio da Ilha (1ª fase) – Investimento que rondará os € 163.644.
  • Escola Profissional Agrícola Conde S. Bento – Vai ser criado um auditório e uma Escola/Hotel. Vai proceder-se à reabilitação dos Caminhos e Trilhos, bem como do Centro de Interpretação ambiental num investimento global de cerca de € 1.362.000.
  • Recuperação do Percurso dos Frades – O investimento de cerca de € 100.000 vai ser aplicado na recuperação do muro e reparação de alguns telheiros.
  • Parque Urbano da Rabada (2ª fase) – Mais direccionada para uma vertente ambiental e lúdica, este projecto estará mais associado à reconstrução da galeria ripícola do Parque. O investimento rondará os € 400.000.
Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

  1. eu sou emigrante no luxemburg estou ca a passar ferias e ja vi as obras nas margens do ave.e gostei d ver a foto para oano. vou voltar para ano e gostava ver de a baixa da minha cidade bonita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *