Arouca, Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Porto, Póvoa de Varzim, S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Sociedade, Trofa, Vale de Cambra, Valongo, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia

Protecção Civil accionou «alerta amarelo» devido ao calor

A Protecção Civil decretou hoje o «alerta amarelo» devido à previsão de temperaturas altas e tempo instável nos próximos dias, recomendando à população que evite fogueiras e outras formas de fogo em espaços rurais.

O «alerta amarelo» – o segundo numa escala de quatro – permanecerá activo até às 20:00 de segunda-feira (15 de Junho) para todo o território continental, adianta a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) em comunicado.

Segundo informações do Instituto de Meteorologia (IM), o estado do tempo para hoje e próximos dias será caracterizado por tempo quente e instável.

Para hoje e sábado prevêem-se temperaturas máximas elevadas, em especial nas regiões do Interior Centro e Algarve, com correntes de Leste e possibilidade de ocorrência de trovoadas.

A partir de segunda-feira, as temperaturas tenderão a baixar, mas poderá agravar-se a situação de instabilidade atmosférica, com possibilidade de trovoadas e vento moderado a forte nas terras altas.

O IM adianta que foram accionados os «avisos meteorológicos de calor» por persistência de temperaturas altas para os próximos dias nos distritos de Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Lisboa, Setúbal Évora e Beja.

A ANPC recomenda à população medidas de prevenção e precaução, como evitar a realização de fogueiras e outras formas de fogo em espaços rurais, em particular no que concerne à proibição de tais práticas nos locais onde se verifique o risco temporal de incêndio de níveis muito elevado e máximo.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *