Arouca, Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Porto, Póvoa de Varzim, S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Sociedade, Trofa, Vale de Cambra, Valongo, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia

AMBINERGIA radiografa País em três dias

Portugal entra em balanço ambiental durante três dias consecutivos e o dínamo de tamanha empreitada é a AMBINERGIA – Feira de Internacional de Ambiente, Energia e Sustentabilidade, que estreia esta quinta-feira na EXPONOR e decorre até sábado.

     O momento, que coincide com a Semana da Energia e do Ambiente, juntará cerca de 70 empresas do sector em aproximadamente seis mil metros quadrados de área (Pavilhão 5). E permitirá paralelamente aos profissionais, especialistas e agentes do mercado fazerem o raio-x à gestão nacional de resíduos de equipamentos eléctricos e electrónicos (dois anos volvidos sobre o início do programa), procederem ao inventário da produção energética através das renováveis, analisarem o impacto das alterações climáticas em Portugal, prospectivarem a sustentabilidade nas cidades do futuro, bem como equacionarem a disponibilidade e a qualidade da água que consumimos em contexto de mudança global.

     O balanço possível à Lei do Tabaco também tem lugar no fórum da EXPONOR, que acolherá igualmente o primeiro encontro das organizações registadas no Sistema Comunitário de Ecogestão e Auditoria (EMAS) e a discussão em torno da problemática da qualidade do ar interior, por entre múltiplos debates e conferências, no Centro de Congressos da Feira Internacional do Porto (ver programas completos em www.ambinergia.exponor.pt). 

10 conferências, cerca de 100 intervenções 

     As manifestações complementares à AMBINERGIA chegam à dezena e no dia (4) inaugural três delas contarão com a presença do secretário de Estado do Ambiente. Humberto Rosa participa na sessão de abertura da conferência «A Prevenção na Produção de Resíduos», às 10 horas, e, depois de uma visita à Feira de Internacional de Ambiente, Energia e Sustentabilidade (às 10,45 horas) – onde contactará com o tecido empresarial do sector -, encerrará as primeiras partes dos seminários «Qualidade do Ar Interior: novas problemáticas, novas políticas, novas práticas» (às 12 horas) e «Eficiência Energética e Energias Alternativas – estratégias e tecnologias» (às 12,30 horas), no Centro de Congressos.

     É rica e variada a lista de intervenções previstas para a jornada de trabalho, e dela fazem parte Macedo Vieira (presidente do Conselho de Administração da LIPOR), António Gonçalves Henriques (director-geral da APA – Agência Portuguesa do Ambiente), Paulo Nunes de Almeida (vice-presidente da AEP- Associação Empresarial de Portugal), Luís Veiga Martins (director-geral da sociedade Ponto Verde), Miguel Aranda (administrador-delegado da Valorlis), Fernando Lamy da Fontoura (director-geral da Amb3E), Eduardo de Oliveira Fernandes (presidente da AdEPorto – Agência de Energia do Porto), Alexandre Fernandes (director-geral da ADENE – Agência para a Energia), José Robalo (sub-director-geral da Direcção Geral da Saúde), Fernando Ferreira (vice-presidente da APEMETA – Associação Portuguesa de Empresas de Tecnologias Ambientais), João Bernardo (da Direcção de Serviços de Renováveis, Eficiência e Inovação), António Joyce (vice-presidente da SPES – Sociedade Portuguesa de Energia Solar), Paulo Morgado de Carvalho (presidente da Autoridade para as Condições de Trabalho) e Guilherme Pinto (presidente da Câmara Municipal de Matosinhos). Os dois últimos participarão na tribuna que, amanhã, a partir das 9 horas, no Centro de Congressos, abordará «A Emergência».

     À tarde, às 16 horas, no Grande Auditório, na sequência do debate em torno d’ «A Prevenção na Produção de Resíduos», a EXPONOR – Feira Internacional do Porto receberá da Sociedade Ponto Verde o certificado “100R – Reciclagem 100% Garantida”, ao que se seguirá a assinatura de protocolo de colaboração entre as duas entidades.

     O 100R consiste num desafio criado no ano passado pela Sociedade Ponto Verde, o qual tem como objectivos, entre outros, certificar eventos, espectáculos ou espaços com uma «garantia ponto verde», em que os resíduos de embalagens gerados nesses locais são, posteriormente, encaminhados correctamente para reciclagem. A EXPONOR será o primeiro espaço certificado 100R de forma permanente, durante um ano, renovável por iguais períodos sucessivos, assegurando todos os princípios definidos para esta certificação.

     A Ordem dos Arquitectos é outro dos participantes da AMBINERGIA, na promoção (nos dias 4 e 5, a partir das 15 horas) da iniciativa «3R/Casa da Vizinha > Obra Recente», que trará para a mesa redonda os arquitectos João Santa-Rita, Pedro Campos Costa, Bernardo Rodrigues, Nadir Bonacorso, José Gigante e João Ventura Trindade. 

A sustentabilidade e as cidades do futuro 

     Ao segundo dia (5 de Junho), a partir das 9,40 horas, no Grande Auditório, caberá ao secretário de Estado do Ordenamento do Território e das Cidades, João Ferrão, participar na abertura do seminário sobre «A Sustentabilidade e as Cidades: o papel das organizações». Os contributos chegarão pela voz de Álvaro Castello-Branco (vice-presidente da Câmara Municipal do Porto), Vasco de Mello (presidente do BCSD Portugal – Conselho Empresarial para o Desenvolvimento Sustentável), José Leitão (CEO da APCER), Paulo Nunes de Almeida (vice-presidente da AEP), Eduardo de Oliveira Fernandes, (AdEPorto), Luís Rochartre (secretário-geral do BCSD Portugal), Gregory Elders (Global Reporting Initiative Senior Partner), Alan Knight (Accountability, Associate Senior Partner), entre outros.

     Da parte da tarde, a Sala Veiga Simão acolherá (a partir das 14,45 horas) o debate sobre «A Região Norte e as Alterações Climáticas: uma realidade e um desafio». Carlos Lage (presidente da CCDR-N) lançará as premissas para Carlos Borrego (Universidade de Aveiro), Sérgio Alonso (Universidade das Ilhas Baleares, António Brito (presidente da Administração da Região Hidrográfica do Norte), Lagido Domingos (Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade) e Paulo Gomes (vice-presidente da CCDR-N) explorarem.

     Mas a AMBINERGIA dará ainda guarida ao «1.º Encontro das Empresas Registadas no EMAS», numa organização que a Agência Portuguesa do Ambiente tem marcada para decorrer das 9,30 às 17 horas do dia 5 de Junho, no Auditório B4 do Centro de Congressos da EXPONOR. 

Prémio Nacional de Inovação Ambiental e “peak oil” 

     No Dia da Inovação Ambiental (sexta-feira), a AMBINERGIA servirá também de palco à apresentação das seis inovações nomeadas ao Prémio Nacional de Inovação Ambiental, donde sairá a representação portuguesa ao European Environmental Press Award. A sessão arranca às 10 horas. 

     No sábado, a partir das 14 horas, o Centro de Estudos de Políticas e Estratégias Nacional – General Carlos de Meira Mattos (Brasil) faz incidir os holofotes sobre as causas, consequências, problemas e oportunidades do pico da produção mundial do petróleo. A conferência intitula-se «Energia: que futuro e segurança para o século XXI» e será aberta por Cláudia D’Angelo, embaixadora e cônsul geral no Porto.

     Com a base directiva assente no Instituto para a Cultura e Ciência Jurídica Luso-brasileiro, organização que em 1992 foi fundada com o objectivo de garantir uma forte colaboração entre os dois países), o CEPEN é um instituto integrado por entidades públicas e privadas, colectivas ou individuais, que se dedicam ao estudo, investigação e promoção das diversas políticas e estratégias no contexto nacional e internacional.  

SÍNTESE:

AMBINERGIA – Feira de Internacional de Ambiente, Energia e Sustentabilidade

Organização: EXPONOR – Feira Internacional do Porto

Local: EXPONOR – Feira Internacional do Porto (Leça da Palmeira, Matosinhos)

Data: de 4 a 6 de Junho 2009 (de quinta-feira a sábado)

Horário: das 10 às 20 horas

Em exposição: a AMBINERGIA está aberta a todas as empresas: que disponibilizam novas tecnologias energéticas; que produzem estruturas para produção de energia; especializadas em auditorias energéticas e em certificação energética e ar interior nos edifícios; que prestam serviços de apoio na área do ambiente e da energia; com soluções de captação, armazenamento, tratamento e distribuição de água; com soluções de recolha, tratamento, transporte e valorização de resíduos; operadoras de gestão de resíduos; de tratamento de resíduos industriais perigosos; de certificação ambiental; que prestam serviços de apoio na área da sustentabilidade; que prestam serviços de análises laboratoriais (águas, efluentes, ruído, etc.)

Perfil do visitante: A AMBINERGIA destina-se a todos os profissionais que pretendem orientar a sua empresa/instituição para uma via ecológica quer se trate de: empresários; responsáveis e técnicos de empresas; auditores e consultores; responsáveis da administração pública central, regional e local; técnicos das autarquias; arquitectos e engenheiros; técnicos de laboratório; profissionais da área do ambiente, energia e sustentabilidade; docentes e investigadores. O certame é reservado a profissionais.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *