Cultura, Santa Maria da Feira

Castelo recria os sete pecados capitais da história portuguesa – Sta. Maria da Feira

O castelo de Santa Maria da Feira acolhe, de hoje até 14 de Junho, o projecto «Era uma vez… Sete casas da inFortuna», que, antecipando a Viagem Medieval, irá recriar momentos da história portuguesa relacionados com os sete pecados capitais.

A iniciativa enquadra-se no programa «Viajar no tempo rumo à Viagem Medieval», que a empresa municipal Feira Viva e a autarquia vêm organizando há três anos, e envolve encenações pelo Teatro e Marionetas de Mandrágora, e pelo grupo Espada Lusitana.

Paulo Pais, administrador da Feira Viva, afirma que o principal objectivo do evento é «recuperar o público escolar que a Viagem Medieval perdeu há alguns anos atrás, ao deixar de realizar-se em Junho e passar para Agosto, quando as escolas já não estão a funcionar».

«O projecto pretende também», acrescenta o mesmo responsável, «demonstrar que é possível dinamizar o castelo de forma regular, ao longo de todo o ano, mas sobretudo na Primavera e no Verão».

Márcia Brito, produtora de «Sete casas da inFortuna», recorda: «Tínhamos 10 a 15 mil crianças a visitar a Viagem Medieval em 2003 e depois perdemos essa relação pedagógica com a comunidade escolar».

Em 2007, para recuperar esse público, a Feira Viva implementou o formato «Era uma vez no castelo…», que, tanto na sua edição de estreia como em 2008, foi dedicado às lendas locais relacionadas com Lia, a princesa Cristã.

Em 2009, o tema escolhido foi a infortuna, uma abordagem que escolhe, para cada um dos sete pecados capitais, um momento histórico em essa «transgressão» pode reconhecer-se.

O romance de Pedro e Inês, por exemplo, foi o seleccionado para o quadro da luxúria, enquanto o combate à preguiça se ilustra com referências às batalhas perdidas em África.

Márcia Brito garante que «houve sempre o cuidado de fazer opções adequadas ao imaginário infantil».

«Queremos que as crianças e as famílias em geral», continua a produtora, «possam reviver a história de uma forma diferente daquela a que estão habituadas, sem cair na monotonia».

«Era uma vez… Sete casas da inFortuna» pode visitar-se de segunda a sexta-feira das 09:30 às 18:00 (com pausa para almoço) e, aos sábados, domingos e feriados, entre as 13:30 e as 18:30.

Os preços são os mesmos da visita normal ao castelo: 3 euros para adultos, com descontos para crianças, reformados, grupos, famílias e professores.

Escolas e grupos deverão fazer a sua inscrição prévia através do telefone 256.330.900.

A 13ª edição da Viagem Medieval em Terras de Santa Maria realizar-se-á de 30 de Julho a 09 de Agosto.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *