Economia, Santa Maria da Feira

Américo Amorim recebe prémio carreira da ANJE – Sta. Maria da Feira

A Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE) vai entregar o prémio carreira ao empresário Américo Amorim, durante a gala do prémio do jovem empreendedor, que decorre hoje à noite no Casino Estoril.

«É inteiramente justo premiar a carreira de Américo Amorim, empresário que criou um dos mais antigos, competitivos e dinâmicos grupos multinacionais de origem portuguesa», afirmou hoje o presidente da ANJE, Armindo Monteiro.

De acordo com o presidente cessante da ANJE, «não há muitos sectores em que Portugal ocupe uma posição de liderança mundial, como acontece no da cortiça, e isso deve-se à excelência da Corticeira Amorim e à natureza empreendedora do seu fundador».

Armindo Monteiro realçou que «a homenagem que a ANJE presta ao empresário nortenho só peca por tardia».

O Prémio Carreira consagra o contributo do empresário de Santa Maria da Feira para a economia nacional e o seu exemplo para a nova geração de empreendedores.

Antes de Américo Amorim, os empresários Belmiro de Azevedo, Salvador Caetano, Fernando Guedes, Ludgero Marques, Artur Santos Silva, Francisco Balsemão e Jardim Gonçalves foram homenageados nesta iniciativa da ANJE.

Américo Ferreira de Amorim iniciou a sua actividade profissional aos 19 anos, após a conclusão do curso comercial, na pequena empresa da família, a Amorim & Irmãos, que se dedicava à produção de rolhas de cortiça para a indústria vinícola.

Mais tarde, em 1963, o empresário expandiu o negócio familiar ao criar a Corticeira Amorim, que, em 1989, alcançou a liderança mundial do sector da cortiça, com a aquisição do grupo sueco Wicanders. Hoje, a Corticeira Amorim tem subsidiárias em todos os continentes e exporta para mais de 100 países.

A Corticeira Amorim produz cortiça para o fabrico de rolhas e produtos de alto valor acrescentado, designadamente para a indústria aeronáutica.

Nunca descurando o «core business» do grupo, Américo Amorim foi diversificando os seus negócios e acrescentando ao seu portfólio empresas em sectores tão diversos como o do turismo e viagens, do imobiliário e centros comerciais, da banca, da energia e das telecomunicações móveis.

Aos 74 anos, Américo Amorim, membro da terceira geração da família Amorim, é o homem mais rico de Portugal, com uma fortuna avaliada pela «Forbes» em 3,106 mil milhões de euros.

Durante a gala do Casino Estoril vão ainda ser conhecidos os vencedores da 9.ª e 10.ª edições do Prémio do Jovem Empreendedor, o mais antigo galardão português na área do empreendedorismo e inovação.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *