Póvoa de Varzim, Sociedade

Dia e Noite dos Museus levou centenas ao Museu Municipal – P. Varzim

Foram dias de festa os que se viveram no Museu Municipal de Etnografia e História da Póvoa de Varzim, no âmbito do Dia e Noite dos Museus.

De facto, desde a passada sexta-feira e até ontem, 18 de Maio, muitos foram os visitantes que se associaram a uma celebração que proporcionou actividades um pouco diferentes daquelas que são esperadas num museu.

A mesa redonda dedicada ao tema “Turismo e Museus” inaugurou, na sexta-feira, o programa. O Cónego José Paulo Abreu, Presidente da Turel, e Melchior Moreira, Presidente da Turismo Porto e Norte de Portugal reuniram-se para discutir a relação entre o Turismo e os Museus, sendo que o Cónego se debruçou mais especificamente sobre a temática do Património Religioso e do peso que este tem hoje em dia no Turismo.

No sábado foram desvendadas todas as actividades que iriam animar o Museu até segunda-feira, 18 de Maio, Dia Internacional dos Museus. Assim, foi inaugurada a exposição “O Turismo no Museu”, organizada pelo Posto Turismo e que, através de imagens e recriações, trouxe a praia até ao Museu. Fotografias, panfletos turísticos e até os pregões utilizados na venda de pães-de-leite serviram para exemplificar a evolução e a importância da praia para o turismo da Póvoa de Varzim. O Museu Municipal organizou também uma exposição, “ O Museu no Turismo”, patente no Posto de Turismo. Esta consiste numa exposição fotográfica que mostra a evolução do Museu Municipal ao longo dos anos. Ambas as exposições podem ser visitadas até 31 de Maio.

Foi também no sábado que artesãos de diferentes artes se acomodaram no auditório do Museu e, interagindo com o público, foram elaborando as suas peças. Das suas mãos saíram peças de barro, camisolas poveiras, bonitos bordados ou peças decorativas. Também uma Arte por excelência, a música encontrou no auditório do Museu Municipal um espaço à altura. As boas condições acústicas permitiram aos visitantes ouvir o talento de alunos de Escola de Música da Póvoa de Varzim que deram concertos não só no sábado, mas também no domingo e na segunda.

O Teatro de Marionetas encantou miúdos e graúdos e inundou os serviços educativos do Museu com pedidos de repetição num futuro breve. “O Homem que falou com os peixes”, inspirado nos costumes piscatórios dos poveiros, foi encenada pela Companhia de Teatro e Marionetas de Mandrágora e, à semelhança das actuações musicais, o espectáculo repetiu-se também de sábado a segunda.

A este programa comemorativo, juntaram-se outras actividades que o Museu oferece ao longo do ano, como as exposições. Desta feita, e para além das exposições permanentes do Museu, os visitantes puderam também conhecer Rocha Peixoto, através da exposição a ele alusiva no âmbito das comemorações do centenário da sua morte. A exposição de trajes de luxo e interiores despertou também a curiosidade dos visitantes. Trajes de casamento, de baptizados e de outras ocasiões especiais, assim como os trajes interiores, vão estar expostos no Museu até Setembro, sendo que o Museu conta ampliá-la devido às generosas ofertas e empréstimos de trajes por parte de cidadãos poveiros.

Aproveitando o facto de no sábado, Noite dos Museus, o Museu Municipal ter estado aberto até à meia-noite, com entrada gratuita, muitas foram as famílias que, ao longo da noite, o visitaram. De facto, este programa permitiu que o Museu recebesse um tipo de visitantes que não o habitual e que atingisse novos públicos. Muitos foram os que, aproveitando este alargamento de horário, visitaram o Museu Municipal movidos pela curiosidade e, certamente, ficaram agradavelmente surpreendidos. Vejas as imagens do Dia e Noite dos Museus no portal municipal.

Com o fim da “festa” o Museu volta à sua actividade normal. Para além das exposições que podem ser visitadas e das visitas guiadas que se organizam, o Serviço Educativo do Museu continua a promover acções especialmente destinadas a um público mais jovem e também as recriações históricas em Rates e na Cividade de Terroso, já programadas para Agosto.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *