Cultura, Santo Tirso

Bob Zabek (Austria) e Álvaro Pierri Uruguai) nos dois próximos concertos – Santo Tirso

O XVI Festival Internacional de Guitarra de Santo Tirso continua a exibir os maiores talentos da arte de tocar guitarra. Depois de Tommy Emmanuel, Duo Pourquoi Pas e Aniello Desiderio, sobem agora ao palco os sons da Áustria e do Uruguai. Nos dias 22 e 23 de Maio, às 21h30, no Auditório Engº Eurico de Melo e no Centro Cultural de Vila das Aves, respectivamente, Bob Zabek e Álvaro Pierri dão som às próximas actuações.

Com a presença de artistas provenientes de vários países como Portugal, Austrália, Itália, Áustria, Uruguai, Polónia e Brasil, o XVI Festival Internacional de Guitarra de Santo Tirso continua a apostar na qualidade dos seus participantes e espectáculos.

O austríaco Bob Zabek começou a tocar a guitarra aos doze anos, inspirado inicialmente pelos clássicos do blues, bem como de bandas de rock como Guns´n Roses e de Jimi Hendrix. Aos catorze anos ganhou o seu primeiro concurso de guitarra e venceu diversos concursos de guitarra eléctrica e, aos dezasseis anos, formou a sua primeira banda, focada no “progressive blues rock”. Apesar de autodidacta na guitarra, realizou estudos teóricos na Hogeschool voor Muziek en Dansin, de Roterdão (Holanda).
Começou a compor música a solo e, apesar de ter atravessado diversas mudanças, Zabek voltou às raízes, tocando principalmente blues e rock, por vezes em combinação com a técnica de “8-finger tapping”, sem descurar uma visão abrangente da peça musical. Actualmente compõe música “unplugged”.


Álvaro Pierri nasceu em Montevideu, Uruguai, numa família de músicos. Aos cinco anos, começou a estudar piano com a sua mãe e guitarra com a tia. Aperfeiçoou-se com Abel Carlevaro, o compositor Guido Santórsola e no Instituto Nacional de Musicología da Universidade de Uruguai. Desde cedo recebeu numerosos prémios e galardões, nomeadamente o primeiro prémio no Concurso Internacional de Guitarra de Buenos Aires (Argentina) e de Porto Alegre (Brasil), bem como a Medalha de Ouro do XVIII Concurso Internacional de Guitarra de Paris.  Álvaro Pierri fez digressões na Europa, América do Norte e do Sul, bem como no Japão, Coreia e China. Partilhou o palco com músicos como Maureen Forrester, Regis Pasquier, Philippe Müller, Frank Peter Zimmermann Hatto Beyerle, Ernö Sebestyen, Astor Piazzolla, Leo Brouwer, Eduardo Fernandez, maestros como Charles Dutoit, Yannick Nezet-Séguin, Mario Bernardi, Wojciech Rajski, Pinchas Steinberg, e quartetos como Cherubini, Alcan, Turtle Island String Quartet, entre outros. Obteve duas vezes o prémio FELIX (Canadá) pelo melhor CD clássico do ano. Recentemente, a Universal reeditou um DVD com Astor Piazzolla, Alvaro Pierri e Koln Philharmonic, e a Pioneer Classics do Japão editou Recital Alvaro Pierri, DVD com música espanhola e sul-americana.


Álvaro Pierri lecciona regularmente master classes em festivais internacionais como os de New York Manhattan Masters, Guitar Foundation of America, Paris, Bordéus, São Paulo, Montevideu, Oxford, Montreal, Copenhaga, Viena, Berlin, Mozarteum de Salzburgo, LIGITA Liechtenstein, Roma, Amesterdão, Helsínquia, Hong Kong, Tóquio, Osaca, etc.

Promovido há 16 anos consecutivos pela Câmara Municipal de Santo Tirso o XVI FIGST focaliza-se este ano, essencialmente, nos solistas e na guitarra a solo. Adam Fulara (Polónia) e Sérgio & Odair Assad (Brasil) preenchem o rol de artistas que integram a programação deste ano do Festival Internacional de Guitarra de Santo Tirso.

Toda a informação sobre o programa, concertos e artistas participantes está disponível no site www.festivaldeguitarra.org.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *