Matosinhos, Sociedade

3,2 Milhões de euros em cinco novos parques de estacionamento na orla costeira – Matosinhos

O Presidente da Câmara, Dr. Guilherme Pinto, apresentou a 11 de Maio, pelas 11 horas, na Praia da Agudela, na freguesia de Lavra, cinco novos parques de estacionamento, um investimento global de 3 milhões e 200 mil euros, inserido no Plano de Requalificação da Orla Costeira, que está a revolucionar a relação de Matosinhos com o Mar.

Refira-se que, no total, foram criados 850 novos lugares de estacionamento e que estas novas infra-estruturas foram pensadas tendo em conta as necessidades dos cidadãos com mobilidade condicionada/reduzida. Todos os parques passam também a contar com equipamentos, essenciais para as funcionalidades emergentes de um plano de praia.

Este investimento em novos lugares de estacionamento assume-se como a resposta da autarquia para as necessidades sentidas pelos matosinhenses, e contra o impedimento na candidatura à Bandeira Azul, que estabelece estacionamento como um critério imperativo na sua atribuição.

Tendo a seu lado, o Vice-Presidente, Dr. Nuno Oliveira, e o Vereador da Qualificação Urbana, Prof. Correia Pinto, o Presidente da Câmara aproveitou também o momento para reiterar a sua satisfação com a conquista de cinco novas bandeiras azuis para as praias do Concelho.

“Matosinhos é o Concelho que mais bandeiras azuis conquistou este ano, o que é uma consequência do forte investimento que está a ser realizado nesta área”, afirmou.

Matosinhos conquistou bandeiras azuis para as Praias do Aterro, Memória, Agudela e Funtão, a que há que acrescentar uma nova zona balnear, a da Boa Nova, que até agora nem era considerada para este efeito.

“A Praia da Boa Nova entrou directamente para a bandeira azul”, sublinhou o autarca.

Estas praias vêm juntar-se às do Cabo do Mundo, Quebrada, Marreco e Pedras do Corvo, que já detinham este galardão e o mantêm.

O Presidente da Câmara recordou que apenas ficam de fora as praias situadas junto aos concelhos limítrofes, [Vila do Conde a Norte e Porto a Sul] que só podem melhorar quando as respectivas autarquias fizerem os investimentos indispensáveis.

“Estamos a fazer um grande investimento, da ordem dos 15 milhões de euros nesta área, a que se devem juntar-se 10 milhões de euros que os concessionários estão a investir, num total de 25 milhões de euros, é o maior investimento municipal feito nesta área em todo o País”, afirmou o autarca.

Frisou ainda que estas são praias urbanas, numa vasta área metropolitana com grande pressão demográfica, o que torna mais difícil conquistar e manter condições de excelência.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

  1. agradecia que durante a época balnear houvesse fiscalização na praia da agudela, pois as pessoas continuam a estacionar nos passeios dificultando a passagem para peões, cadeiras de bebes e deficientes.
    cump

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *