Arouca, Oliveira de Azeméis, S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Sociedade, Vale de Cambra

Distribuição de lâmpadas economizadores prolongada até final do mês

A distribuição de lâmpadas economizadores nos bairros sociais dos municípios de S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Oliveira de Azeméis e Vale de Cambra foi prolongada até final do mês de Maio, anunciou fonte da EDV Energia (Agência de Energia do Entre Douro e Vouga).

A operação, a cargo da EDP, iniciou em Março, tendo já sido distribuídas cerca de 7.000 lâmpadas eficientes neste quatro concelhos.

«A adesão está a corresponder às nossas expectativas», afirmou Marta Lopes, da EDV Energia, entidade parceira da EDP nesta iniciativa juntamente com as autarquias locais e a ADENE (Agência para a Energia).

A acção decorre a nível nacional com o objectivo de evitar o consumo energético anual equivalente a 60.000 famílias. Para tal, serão distribuídas 400.000 lâmpadas eficientes a moradores de bairros sociais e históricos.

«No Entre o Douro e Vouga está prevista a distribuição de 10.012 lâmpadas a famílias residentes em bairros sociais ou que beneficiam de apoio pelas divisões de acção social», disse Marta Lopes, em declarações à EDV Informação.

Cada agregado familiar já identificado pela divisão social dos municípios receberá gratuitamente quatro lâmpadas fluorescentes e alguns conselhos de eficiência energética, mediante o preenchimento de um pequeno questionário.

«Verificamos, contudo, que as pessoas ainda não sabem muito bem o que são lâmpadas economizadoras, nem as vantagens que têm em utilizá-las. De facto, as pessoas poupam 80 por cento da energia que usam em iluminação», sublinhou a responsável da EDV Energia.

A iniciativa em 2008 abrangeu os bairros sociais de Lisboa e Porto e os bairros históricos do Norte do país.

De acordo com a EDP, «a acção é simples e o objectivo é claro: sensibilizar para a troca das lâmpadas incandescentes (tradicionais) por lâmpadas fluorescentes compactas (economizadoras), que irão contribuir para a redução do consumo de energia eléctrica destinado à iluminação nestas habitações, promovendo a eficiência energética junto das populações».

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *