Matosinhos, Sociedade

Comemoração dos 100 Anos da Passagem do Concelho de Bouças a Concelho de Matosinhos

No dia 6 de Maio de 1909, o concelho de Bouças passou a designar-se concelho de Matosinhos. 100 anos depois, esta data não poderia deixar de ser assinalada e nada melhor do que o fazer no local onde nasceu Matosinhos, ou seja, no Lugar de Bouças, onde se localiza o Antigo Mosteiro com o mesmo nome.

A cerimónia de comemoração do centenário realizou-se dia 6 de manhã, pelas 11 horas, e contou com a participação de centenas de pessoas.

O Presidente da Câmara, Dr. Guilherme Pinto, não quis deixar de assinalar esta importante data com um a colocação de uma placa comemorativa do centenário no local do antigo Mosteiro de Bouças. Uma cerimónia que contou, também, com a presença do Vereador da Cultura, Fernando Rocha, bem como do Vice-Presidente, Dr. Nuno Oliveira, do Vereador da Educação, Prof. Correia Pinto e da Vereadora do Ambiente, Dra. Joana Felício.

Estiveram, ainda, presentes no local centenas de crianças de escolas de Matosinhos que se deliciaram com a explicação histórica de Joel Cleto (historiador e Chefe da Divisão de Promoção Cultural e Museus da autarquia) sobre a origem de Matosinhos e de Bouças.
O programa desta iniciativa contou, ainda, com a leitura do decreto de elevação a concelho por um actor vestido com trajes da época, bem como, com a apresentação do projecto de reabilitação da envolvente ao antigo Mosteiro. Refira-se que toda esta zona está já a ser alvo de uma intervenção que visa, por um lado, melhorar as acessibilidades, e, por outro, recuperar o mais possível a traça original de Bouças, onde nasceu o concelho. Nesse sentido, a autarquia vai disponibilizar aos moradores um fundo que permitirá, mediante algumas condições, proceder a obras nas casas aplicando materiais mais tradicionais e conferindo a este “recanto” do concelho um aspecto mais histórico.

E, porque Matosinhos quer agarrar o futuro, o Presidente da Câmara decidiu que a melhor forma de assinalar o dia do centenário era, sem dúvida, prestar homenagem à primeira criança nascida nesta data. Por isso, logo após a cerimónia junto ao Mosteiro de Bouças, o autarca rumou ao Hospital Pedro Hispano para visitar o bebé. Neste caso, uma menina, oriunda de uma família de Leça da Palmeira, e que nasceu nas primeiras horas deste dia 6 de Maio.

Uma data certamente inesquecível para a mãe, que recebeu do Presidente da Câmara um bonito ramo de flores e uma sentida mensagem de parabéns com votos de muitas felicidades. A bebé recebeu uma lembrança que a fará sempre recordar que nasceu a 6 de Maio de 2009, ou seja, no dia em que se completou 100 anos da mudança do concelho de Bouças para concelho de Matosinhos.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

  1. Mais um sofisma?

    Anuncia-se a criação de fundo para que os particulares possam proceder a obras com vista a obter “aspecto mais histórico” mas a câmara e damais entidades públicas mantêm um autêntico parque de sucata de viaturas apreendidas e abandonadas a 6 metros (!) da placa que inauguram com pompa.
    Também as expropriações para construção de uma via rápida efectuadas no local há mais de uma dezena de anos não foram acompanhadas da obrigação de a expropriante repor os antigos muros de pedra existentes, nem a câmara supriu tal falha em tempo algum. No local, existem agora paredões de blocos grafitados e nem uma cortina arbustiva foi plantada.

    Que crédito dar a tais manifestações de intenções da CMM, tanto mais que feitos em período quase (?) eleitoral? É, isso sim, a um punhado de quase sempre anónimos, entre estudiosos e amantes da cultura, entre particulares e entidades colectivas com o Forum Matosinhense, que se deve a amior parte dos genuínos actos de preservação dos testemunhos históricos. Depois… depois, vêm as placas comemorativas como esta, que aliás prima pela quase ilegibilidade…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *