Matosinhos, Sociedade

Destacamento e Posto Territorial da GNR em Matosinhos

O protocolo de construção do novo Destacamento e Posto Territorial da GNR, em Matosinhos, foi assinado hoje, dia 6 de Maio, pelas 15 horas, no Salão Nobre da Junta de Freguesia de Perafita, no decorrer de uma cerimónia onde marcou presença o Secretário de Estado da Administração Interna, Dr. Rui Sá Gomes, que procedeu à homologação do referido documento.

Refira-se que este novo equipamento, de particular importância para todo o concelho, com particular incidência nas freguesias de Perafita, onde vai ser construído, Lavra e Santa Cruz do Bispo, resulta de um conjunto de diligências que o Presidente da Câmara, Dr. Guilherme Pinto, tem vindo a desenvolver junto da Administração Central e, sobretudo, o Ministério da Administração Interna (MAI) e que encontrou um interlocutor permanentemente acessível e com uma grande capacidade dialogante na figura do Dr. Rui Sá Gomes, Secretário de Estado da Administração Interna.

Neste protocolo, a Câmara Municipal compromete-se a constituir, a título gratuito, a favor do Estado, o direito de superfície sobre um terreno, em Perafita, pelo prazo de 50 anos, para a construção e posterior utilização do referido Destacamento da GNR. Será, também, da responsabilidade da autarquia a elaboração do projecto de execução.

No documento que alavanca todo este processo constam as assinaturas do Presidente da Câmara, Dr. Guilherme Pinto, do Secretário de Estado da Administração Interna, Dr. Rui Sá Gomes, do Director-Geral da Direcção Geral das Infra-estrutura e Equipamentos do MAI, e do Major General Samuel Marques Mota, Comandante do Comando da Administração de Recursos Internos (GNR). Isabel Oneto, Governadora Civil do Porto, e Joana Felício, vereadora da Protecção Civil de Matosinhos marcaram presença nesta cerimónia à qual fizeram questão de assistir várias entidades, quer da GNR, quer da PSP. Seguiu-se uma breve visita ao terreno onde vai nascer o novo equipamento.

O Presidente da Câmara referiu, na sua intervenção, que este dia é particularmente importante para o concelho por duas razões: por um lado, porque, daqui a sensivelmente um ano, estaremos a inaugurar uma nova infra-estrutura que vai conferir maior segurança sobretudo em Perafita, Lavra e Santa Cruz do Bispo; e, por outro, porque começa também a contagem decrescente para a devolução da Quinta da Conceição à população na sua totalidade, ou seja, o espaço agora ocupado pela GNR ficará devoluto e poderá receber o Museu da Cidade.

O autarca recordou, em dia de centenário, que a cidade é constituída por duas freguesias: Matosinhos e Leça. Duas faces da mesma moeda, reforçou. Por isso, faz sentido localizar o Museu da Cidade em Leça da Palmeira quando a Câmara Municipal está do lado de Matosinhos.

Na sua intervenção, o Dr. Guilherme Pinto explicou, também, que o próximo assunto a tratar com o Secretário de Estado da Administração Interna é a esquadra da PSP de Leça da Palmeira, uma situação provisória, que urge encontrar solução, ainda que o espaço que está a ser utilizado garanta melhores condições físicas do que muita outras esquadras do País.  Este repto foi aceite por Rui Sá Gomes, que acordou, logo de seguida, fazer uma visita ao local para “alinhavar” a solução final.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *