Arouca, Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Porto, Póvoa de Varzim, S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Sociedade, Trofa, Vale de Cambra, Valongo, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia

GNR reforça patrulhamento a partir de quinta-feira

A GNR vai reforçar o patrulhamento nas estradas portuguesas a partir de quinta-feira no âmbito da «Operação Páscoa» e vai mobilizar 2.062 militares, 936 patrulhas e 871 viaturas, anunciou hoje a corporação.

O tenente João Figueiredo, da GNR, disse à Agência Lusa que a «Operação Páscoa 2009», que começa quinta-feira às 00:00 e termina domingo às 24:00, se traduz numa «operação de intensificação de patrulhamento rodoviário» e orientada para acções «de vigilância e fiscalização» nas vias mais críticas.

Ao longo de quatro dias, a Guarda Nacional Republicana (GNR) mobiliza, nas principais estradas portuguesas, 2.062 militares, 936 patrulhas e 871 viaturas, que vão ter ao seu dispor diariamente 33 radares de velocidade e 810 alcoolímetros.

O tenente João Figueiredo adiantou que merecerá «particular atenção» dos militares os comportamentos dos condutores que denotem condução agressiva, nomeadamente com infracções graves e muito graves, colocando em causa a sua segurança e a de terceiros.

Segundo a GNR, serão também objecto de controlo a velocidade, excesso de álcool e substâncias psicotrópicas, uso de telemóvel e falta de utilização de cintos de segurança nos bancos da frente e traseiros, além do estado de conservação dos pneus e a condução dos veículos de duas rodas.

Por sua vez, a Polícia de Segurança Pública (PSP) já iniciou a operação «Páscoa em Segurança», estando a dar especial destaque aos patrulhamentos em áreas residenciais e prevenção rodoviária em vias de acessos a centros urbanos e zonas de diversão nocturna.

Até ao dia 13, haverá uma «visibilidade policial», especialmente entre as 13:00 e a 01:00, para fiscalizar estabelecimentos de diversão nocturna e de restauração, além da detecção e identificação de seguranças privados que se encontrem a exercer a actividade ilegalmente, segundo a PSP.

A Polícia está também a dar prioridade à detecção e identificação de pessoas na posse ilegal de armas, de estupefacientes, artigos roubados, com mandados judiciais pendentes e em situação ilegal no país que se encontrem em áreas comerciais, junto dos terminais de transportes públicos e nas áreas de diversão nocturna.

No âmbito rodoviário, a PSP intensificou as fiscalizações nas principais vias de acesso aos centros urbanos e realiza operações preferencialmente nas madrugadas de sexta, sábado e domingo.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *