Póvoa de Varzim, Sociedade

“Um Gesto de Solidariedade” – iniciativa em prol da Casa de Santa Maria da Estela – P. Varzim

 A Casa de Santa Maria da Estela beneficia de mais uma iniciativa de cariz solidário que terá lugar a 21 de Março, sábado, às 11h00, no Diana Bar. A sessão, organizada pela Comissão de Protecção de Crianças e Jovens da Póvoa de Varzim, destina-se a divulgar publicamente algumas acções em benefício desta instituição que nesta cerimónia irá receber uma viatura para transporte de crianças e jovens oferecida pelo Lions Club. Para além disso, será também apresentado o cartão de sócio da Casa de Santa Maria da Estela e desde logo disponibilizadas fichas de inscrição para quem queira aderir a esta causa. Através do preenchimento da ficha estará a contribuir com um valor simbólico de cinco euros, debitados da sua conta bancária no dia do seu aniversário, sendo que quem entender poderá aumentar a quantia do seu contributo.
A Comissão de Protecção de Crianças e Jovens pretende ainda agradecer, uma vez mais, publicamente, os montantes angariados para a reconstrução do lar de crianças e jovens Casa Santa Maria da Estela no jantar de beneficência realizado a 23 de Dezembro de 2008 (mais de 13 300 euros) e a generosidade com que particulares, instituições, empresas e juntas de freguesia contribuíram para esta causa.
Estará também patente, no Diana Bar, uma exposição que ilustra as necessidades da Casa de Santa Maria da Estela através de fotografias da casa antes do início das obras de recuperação e imagens do projecto de reabilitação, nomeadamente, plantas, bem como das duas fases de intervenção previstas.
A Casa Santa Maria da Estela é uma casa de acolhimento para crianças e jovens em risco, a cargo da Obra Nossa Senhora do Rosário de Fátima, constituída como Instituição Particular de Solidariedade Social desde 2005. Com características rurais e já bastante antiga, a Casa Santa Maria da Estela está a ser submetida a profundas obras de remodelação que, uma vez concluídas, numa primeira fase, permitirão albergar com melhores condições as perto de uma dezena de crianças e jovens que actualmente ali se encontram. Posteriormente, está prevista a construção de um pavilhão suplementar de dormitórios, para aumentar a sua capacidade.
A Câmara Municipal forneceu o projecto de arquitectura e apoiou a realização destas obras, a par do Ministério do Trabalho e da Segurança Social, mas todas as contribuições são poucas para garantir as melhores condições de alojamento às crianças e jovens em risco que são reencaminhadas para esta casa.

Artigo AnteriorPróximo Artigo