Economia, S. João da Madeira

Sector do calçado está preparado para a crise – Castro Guerra – S. João da Madeira.

O secretário de Estado Ajunto da Indústria e Inovação, Castro Guerra, afirmou hoje que o sector do calçado em Portugal está «atento aos sinais do futuro» e preparado para a crise global.

«O sector do calçado em Portugal tem tido um desempenho digno de nota. Não é de hoje é desde sempre», disse Castro Guerra, em declarações aos jornalistas em S. João da Madeira.

Falando à margem das III Jornadas Técnicas «ShoeInov», sublinhou a forma como a APICCAPS (Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e Seus Sucedâneos), o Centro Tecnológico do Calçado de Portugal (CTCP) e as empresas se congregam «em acções conjuntas para poderem inovar, internacionalizar os produtos e qualificar os seus recursos humanos».

«O calçado é hoje claramente um sector que manifesta estar preparado para a crise», frisou o secretário de Estado.

As III Jornadas Técnicas «ShoeInov» decorreram hoje no CTCP, em S. João da Madeira, onde foram apresentados três projectos inovadores de elevado desempenho para consumidores com sobrepeso, e de propriedades térmicas e biomecânicas.

«As jornadas vêm reforçar, numa perspectiva sustentada, a capacidade competitiva do sector», disse o presidente APICCAPS (Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e Seus Sucedâneos), Fortunato Frederico.

Segundo o dirigente, a iniciativa demonstra que a indústria portuguesa de calçado «mantém um percurso de dinamismo que a tem caracterizado».

Com vários eixos de intervenção, o programa «ShoeInov» – destinado a desenvolver projectos de I&D e inovação, no âmbito do QREN (Quadro de Referência Estratégico Nacional) – prevê a exploração de novos conceitos de actuação, designadamente nas áreas do luxo, ecologia e ambiente, arte e tradição, saúde, conforto e segurança.

Paralelamente às III Jornadas ShoeInov realizou-se hoje ainda a exposição ShoeInov 2008, com a apresentação de materiais, produtos e equipamentos desenvolvidos durante o ano de 2008 e a entrega dos «Prémios GAPI Inovação Tecnológica».

Artigo AnteriorPróximo Artigo