Economia, Santa Maria da Feira

Prémio de design da Cifial recebe 61 candidaturas – Sta. Maria da Feira

A primeira fase do «Feel the Planet Earth’08», um prémio internacional de design promovido pela Cifial, já terminou e recebeu um total de 61 candidaturas, anunciou fonte do grupo empresarial de Santa Maria da Feira.

Para a edição de 2008, a Cifial elegeu como tema a questão da dependência energética de fontes não renováveis.

Além de Portugal, foram recebidas propostas de mais 21 países (Bélgica, EUA, Índia, Bósnia Herzegovina, Singapura, Afeganistão, China, Filipinas, Espanha, Palestina, Malta, Jordânia, Itália, Reino Unido, Austria, Eslováquia, Coreia do Sul, Canadá, Austrália, Alemanha e Holanda).

O combate ao aquecimento global, o consumo exagerado de energia, ou as novas formas de produção de energia portátil de baixa tecnologia, são algumas das temáticas abordadas pelos concorrentes – 24 nacionais e 37 internacionais.

O prémio será atribuído bianualmente com o intuito de «promover o design como disciplina capaz de dar respostas e propor soluções inovadoras sobre o modo como o homem se relaciona com o seu Meio».

De acordo com a Cifial, «o seu principal propósito decorre de preocupações em torno das grandes transformações actuais ao nível do ambiente, da economia, da sociedade, da cultura e da sustentabilidade, para as quais o paradigma sócio-económico vigente parece incapaz de dar resposta».

O objectivo do prémio é «identificar contributos concretos do design para a melhoria destas questões fulcrais que a civilização actual enfrenta».

As candidaturas vão ser avaliadas por um júri, constituído por um conjunto de elementos representativos de diversas sensibilidades, formações científicas e nacionalidades.

A este prémio – que na edição de 2008 tem o valor de 25 mil euros – concorreram, individualmente ou em grupo, designers e finalistas de cursos de design.

O grupo Cifial, liderado por Ludgero Marques, teve a sua primeira unidade fundada em 1904 em Rio Meão, em Santa Maria da Feira.

Com 720 trabalhadores, dedica-se à produção e venda de produtos complementares para a casa.

Actualmente conta com filiais nos Estados Unidos da América, Reino Unido, Espanha e Polónia. Os seus produtos estão representados em países como Alemanha, Itália, França, Grécia, Chipre, Líbano, Tunísia, Marrocos, Argélia, Angola e Moçambique.

Artigo AnteriorPróximo Artigo