Póvoa de Varzim, Sociedade

Edifício Padre Joaquim Figueiredo foi inaugurado – P. Varzim

Foi inaugurado ontem o Edifício Padre Joaquim Figueiredo, do Centro Social Bonitos de Amorim, no dia em que a instituição celebra o 57º aniversário da sua fundação.
A placa foi descerrada por Domingos Santos, Presidente da Direcção do Centro Social Bonitos de Amorim e Macedo Vieira, Presidente da Câmara Municipal e a bênção do edifício esteve a cargo do Padre Guilherme Peixoto, pároco de Amorim.
Estiveram ainda presentes na cerimónia Luís Cunha, Presidente do Centro Distrital da Segurança Social do Porto, Manuel Correia, Presidente da Junta de Freguesia de Amorim, Álvaro Moreira, Presidente da Assembleia Municipal, bem como vereadores do executivo municipal.
Domingos Santos referiu-se à instituição que dirige lembrando o trabalho do seu fundador, Padre Joaquim Figueiredo, ao qual tentaram dar continuidade “sem dinheiro, mas com muita vontade e determinação”. Numa aposta continuada na qualidade do serviço prestado, sentiram necessidade de aumentar e melhorar as instalações existentes e, recorrendo ao crédito bancário, deram início à obra hoje inaugurada, que abrange as seguintes valências: Creche (35 crianças), Jardim-de-infância (100 crianças) e ATL (40 crianças); no novo salão polivalente irão decorrer aulas de Hip-Hop (60 utentes) e de Ginástica (100 utentes), sendo que este será também o local de ensaios do Grupo Folclórico do CSBA. No âmbito do financiamento do Programa PARES – Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais, o Centro Social Bonitos de Amorim irá implementar a nova valência de Centro de Dia e alargar a um número mais significativo de utentes o Serviço de Apoio Domiciliário.
Sobre estes serviços, Luís Cunha manifestou a disponibilidade da Segurança Social para, de acordo com o referido Programa, apoiar o Centro na melhoria de condições para os idosos da freguesia através do Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário. O Presidente do Centro Distrital da Segurança Social do Porto reconheceu que o trabalho e a dificuldade que o Padre Figueiredo teve há 50 anos representa um esforço enorme que hoje é possível continuar de forma mais concertada através da parceria entre o Governo, Câmaras e Instituições.
A Câmara Municipal da Póvoa de Varzim contribuiu com 50 mil euros para a execução do novo edifício e ofereceu o projecto da autoria de Rui Bianchi mas Macedo Vieira afirmou que continua disposto a colaborar na despesa de legalização do mesmo. O edil apelou para a necessidade de racionalizar e optimizar os serviços que temos num esforço de grande colaboração extremamente necessário numa altura em que o mundo está entrar num processo de desglobalização. Macedo Vieira deixou ainda uma palavra de homenagem ao homem que deu nome ao edifício agora inaugurado e que há 50 anos teve uma visão extraordinária para construir este centro, Padre Joaquim Figueiredo, e ao Presidente da Direcção do Centro, Domingos Santos, que sempre lutou por esta causa.

Artigo AnteriorPróximo Artigo