Cultura, Póvoa de Varzim, Sociedade

“Viagens Literárias no Metro” já na sexta-feira – P. Varzim

O Salão Nobre da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim foi o local escolhido pela Metro do Porto para apresentação da campanha “Viagens Literárias no Metro” que decorreu esta manhã. A sessão contou com a presença de Gorete Rato, da Comissão Executiva do Metro do Porto, de Luís Diamantino, Vereador do Pelouro da Cultura, e de Francisco Madruga, da Editora Calendário, também parceira desta campanha.
“Viagens Literárias no Metro” é um projecto de incentivo e sensibilização à leitura em viagem que irá decorrer entre 30 de Janeiro e o final do mês de Abril, colocando livros à disposição dos utentes da Linha Vermelha (B), entre a Estação da Póvoa de Varzim e a Estação do Estádio do Dragão, bem como nas: Lojas Andante da Trindade, Casa da Música e Póvoa de Varzim.
 Relativamente a esta campanha, Luís Diamantino referiu que “a Metro do Porto conseguiu um milagre: encurtar a viagem de 50 minutos a cinco” porque ao disponibilizar livros a bordo da linha que liga a Póvoa ao Porto, os utentes não se vão aperceber do tempo do percurso, para além de que lhes vai ser permitido realizar “mais viagens dentro de uma viagem” através da leitura. “Este projecto veio de encontro a um dos principais objectivos da autarquia e da Biblioteca Municipal: promover o livro e a leitura” acrescentou o vereador enumerando os diferentes locais onde o livro está presente: “levamos o livro à praia, através das bibliotecas de praia e da Feira do Livro que se realiza à beira-mar, às freguesias do concelho, através dos pólos de leitura, ao hospital e às artérias comerciais da cidade”, realçando, assim, a sua versatilidade.

Gorete Rato considera que “Viagens Literárias no Metro” é o culminar de várias iniciativas que a Metro do Porto tem vindo a desenvolver em prol da cultura e cumpre aquilo que é a missão da empresa enquanto serviço público. “Leiam, aproveitem”. Este foi o apelo deixado pela representante da Metro do Porto lembrando que “o que se pretende não é oferecer livros, mas sim tempo de leitura”, reforçando que os livros disponibilizados para leitura devem ser devolvidos.
Francisco Madruga, da Editora Calendário, também manifestou o seu agrado em colaborar com a Metro do Porto nesta campanha de sensibilização à leitura, sendo da sua responsabilidade a organização de Feiras do Livro e sessões de autógrafos em pontos da rede localizados junto à estação de metro da Póvoa de Varzim, da Casa da Música e da Trindade.
Para fazer parte desta “viagem”, todos os clientes, portadores de títulos ocasionais ou de assinatura Andante (Gold) ou Andante multiviagens (Azul), deverão proceder a um registo nas Lojas Andante da Trindade, da Casa da Música ou da Póvoa de Varzim durante o horário de funcionamento das mesmas: de segunda a sexta, Trindade e Casa da Música: das 8h00 às 19h30; Póvoa de Varzim: das 7h30 às 19h00. Poderão igualmente efectuar este registo e obter o seu cartão “Viagens Literárias” junto dos promotores que circulam a bordo dos veículos. Para tal, basta preencher uma ficha de adesão e apresentar o bilhete de identidade ou qualquer elemento de identificação válido.
Com o cartão “Viagens Literárias”, os clientes podem facilmente requisitar livros nas referidas lojas e também nas composições do Metro que circulam na Linha Vermelha, entre a Póvoa, Vila do Conde, Maia, Matosinhos e Porto. Os títulos requisitados devem ser devolvidos em qualquer daquelas lojas ou também no metro no final de cada viagem ou, eventualmente, os clientes podem mantê-lo em seu poder durante um período máximo aconselhável de 15 dias.
No final da campanha, em Abril 2009, a Metro do Porto, com o apoio da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim irá doar os livros a Instituições de Solidariedade Social.

Artigo AnteriorPróximo Artigo