Sociedade, Vale de Cambra

Vale de Cambra «tem muito a ganhar» com a A32 – José Bastos – Vale de Cambra

O concelho de Vale de Cambra «tem muito a ganhar» com a nova auto-estrada (A32), cuja construção arranca este ano, afirmou o presidente da autarquia, José Bastos.

Em declarações à EDV Informação, o autarca sustentou que «uma auto-estrada é um excelente “veículo” de entrada num concelho» e, por isso, a A32 assume-se como «uma mais-valia» para Vale de Cambra.

«Temos muito a ganhar com esta nova via, que passa a 500 metros do extremo do nosso município», disse.

Segundo José Bastos, um melhor acesso ao Porto beneficia as pessoas, a indústria, o comércio e o próprio turismo local.

«Ficamos a 20/25 minutos do Porto, com os nossos industriais a terem mais facilidade de chegarem ao porto de Leixões», referiu.

Além de ser um «factor de atracção de turistas», o presidente da autarquia acrescentou que Vale de Cambra poderá ainda «ser concorrencial em termos de dormitório, possuindo condições muito mais baratas do que a zona do Porto e sua envolvente».

«Estou certo de que Vale de Cambra, no contexto da Área Metropolitana do Porto, vai ter um papel importante a vários níveis após a construção da A32», concluiu.

A A32 (S. João da Madeira/Carvalhos) insere-se na concessão das auto-estradas «Douro Litoral», adjudicada em Dezembro de 2007 a um consórcio liderado pela BRISA.

A concessão, que envolve um investimento de 872 milhões de euros, estende-se por um total de 129 quilómetros.

De acordo com a informação divulgada pelo Ministério das Obras Públicas, a construção dos novos lanços irá beneficiar directamente cerca de um milhão e quinhentos mil habitantes entre Maia e Oliveira de Azeméis, na fronteira com o município de Vale de Cambra.

Esta concessão inclui a construção dos lanços S. João da Madeira/ Carvalhos, Picoto/Nó da Ermida e Gondomar/Covelo e a beneficiação dos troços entre Ameal/Leça do Balio, Coimbrões/Ponte da Arrábida, Nó de Santo Ovídio/Coimbrões, Carvalhos/Nó da VCI, Nó de Francos/Nó da VCI, Ponte da Arrábida (Norte)/Sendim, Espinho/Picoto, Ponte do Freixo Norte/Gondomar e Coimbrões/Ponte do Freixo Sul.

O lanço Gondomar/Covelo estará concluído em Agosto de 2010, tendo os restantes conclusão prevista para 2011.

Artigo AnteriorPróximo Artigo