Arouca, Cultura

Concerto de ano novo, com a orquestra russa «Silver Strings» – Arouca

Arouca acolhe, no próximo dia 2 de Janeiro, o Concerto de Ano Novo da Orquestra Russa «Silver Strings», sob a direcção do maestro Alexander Afanasyev. O concerto tem lugar no Cinema Globo d’Ouro, a partir das 21:30. A Orquestra «Cordas de Prata» visita Arouca pela segunda vez, depois de, em 2006, ter encantado todos quantos assistiram ao seu concerto.
 
A Orquestra de Balalaicas de S. Petersburgo – «Cordas de Prata» – chamada, até 1999, «Músicos de Kolpino», é considerada colectividade profissional desde 1993. Esta orquestra, uma das mais antigas orquestras amadoras da Rússia, foi fundada em 1918 em Kolpino, nos subúrbios de S. Petersburgo.
 
O nome de Silver Strings transmite não só o grau de qualidade mas também o som específico de domras e balalaicas que constituem a base fundamental desta Orquestra Russa. Actualmente a Orquestra é composta por 25 músicos – graduados e estudantes dos conservatórios e colégios de música de S. Petersburgo. Apesar da sua estrutura jovem (a sua média de idades é de 25 anos) a maior parte dos músicos são vencedores de várias competições musicais e festivais. O elevado profissionalismo e o interesse criativo dos músicos, sob direcção do experiente maestro – Alexander Afanasyev – fizeram desta instituição uma das melhores orquestras nacionais de S. Petersburgo. Durante os últimos anos a Orquestra conta com a gravação de CDs na Rússia, em França e na Alemanha.
 
A Orquestra tem actuado nos melhores palcos de S. Petersburgo e actuado com sucesso no estrangeiro: Escócia, Finlândia, França, Holanda, Bélgica, Alemanha, Espanha e Portugal.
 
Alexander Afanasyev, maestro da Orquestra Russa «Silver Strings»
 
Nasceu em Samara (Kuibyshev, Rússia), em Junho de 1954. Em 1960 iniciou os seus estudos de violino e acordeão numa escola de música. Em 1969 entrou para o Colégio Musical Samara e em 1973 entrou para o Conservatório de S. Petersburgo. Entre 1976 e 1993 foi o maestro da Orquestra Nacional de Izhorsky Plant (Kolpino, S. Petersburgo). Foi também professor na Universidade da Cultura de S. Petersburgo, no Colégio e no Conservatório Rimsky-Korsakov (S. Petersburgo) e, desde 2004, lecciona na Universidade Pública de Pedagogia «A. Gertsen».
 
Professor e maestro com 29 anos de experiência, fundou a orquestra russa «Silver Strings». É autor de inúmeros arranjos e peças originais para orquestras russas folk. Ganhou competições internacionais e festivais, nomeadamente o 1º Prémio com Distinção no Festival Internacional de Música de Neerpelt (Bélgica) e diplomas de participação no Festival Internacional de Música para Jovens de Gaia, em 1998 e em 2000, co-produzido pela Academia de Música de Vilar do Paraíso, pelo Município de Vila Nova de Gaia e pela Gaianima, EM.. Foi galardoado, em 2001, com «The Golden Book of Kolpino-City» (O livro de ouro da cidade de Kolpino). Foi homenageado, em 2002, com a medalha «For humanization of the school» (Pela humanização das escolas).

Realizou concertos na Rússia e em diversos países, como Finlândia, Escócia, França, Bélgica, Espanha e Portugal). Dirigiu e coordenou vários grupos com participações em diferentes orquestras e coros da Rússia, da Bélgica, da Alemanha e da França. É maestro da Orquestra Silver Strings.

Artigo AnteriorPróximo Artigo