Sociedade, Vale de Cambra

Hospital transformado em unidade de cuidados continuados – Vale de Cambra

O hospital de Vale de Cambra encerra no início do ano para arrancarem as obras da futura unidade de cuidados continuados de curta e média duração, anunciou hoje o presidente da autarquia.

José Bastos disse que «finalmente foi encontrada a vocação paras as instalações» do hospital, inaugurado em 2003 pelo então primeiro-ministro Durão Barroso.

«A solução resolve um antigo problema, não só para a população do nosso concelho como também do agrupamento de municípios do Entre Douro e Vouga», afirmou o autarca.

A unidade irá integrar a rede nacional de cuidados continuados Integrados, confirmou Luís Matias, director do hospital de S. João da Madeira, a quem cabe a responsabilidade pela gestão do equipamento em Vale de Cambra.

O hospital actualmente congrega um serviço de consultas externas, fisioterapia, unidade de convalescença e o centro de saúde local, que não encerrará durante o período de obras.

Os trabalhos iniciam a partir de 01 de Janeiro de 2009, prevendo-se a sua conclusão dentro de seis meses.

«A nossa preocupação é que hoje tivéssemos uma solução definitiva para a unidade e depois uma solução que seja útil para as pessoas que necessitem destes serviços», disse Luís Matias.

A nova unidade de cuidados continuados – destinada à convalescença e cuidados paliativos – terá 30 camas disponíveis.

Cabe ao Ministério da Saúde o pagamento integral da obra, ainda não orçamentada, segundo o responsável hospitalar.

«Será feita toda uma remodelação necessária para uma verdadeira unidade de cuidados continuados de curta e média duração», disse o director do hospital de S. João da Madeira, instituição que deixa a gestão do equipamento após a conclusão dos trabalhos.

Artigo AnteriorPróximo Artigo