Arouca, Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Porto, Póvoa de Varzim, S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Sociedade, Trofa, Vale de Cambra, Valongo, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia

Novembro registou terceira temperatura mímina mais baixa desde 1931

Novembro registou a terceira temperatura mínima mais baixa desde 1931, segundo o último boletim climatológico do Instituto de Meteorologia que revela estender-se já a todo o país a situação de seca (meteorológica) por falta de chuva.

Novembro caracterizou-se por temperaturas baixas e neve em vários locais do norte do país, calculando o Instituto de Meteorologia que a média das temperaturas mínimas foi de 4,7 graus Celsius, menos 3,2º do que a temperatura normal de 1971-2000.

A mínima de Novembro foi a terceira mais baixa desde 1931, tendo em conta que valores inferiores só foram registados em 1956 (4,35º) e 1971 (4,69º).

Também a temperatura média do ar registou um valor baixo, de menos 2,3º do que o normal, sendo o sexto Novembro mais frio desde 1931. A temperatura máxima também foi inferior ao valor médio (-1,58º), sendo a mais baixa desde 1976.

As estações onde se registaram os valores mais baixos da temperatura mínima foram Elvas (menos 7,7º), Carrazeda de Ansiães (7,4º), Mirandela (6,4º), todas registadas a 28 de Novembro passado.

O Boletim Climatológico Mensal de Novembro revela ainda que os valores de quantidade de precipitação foram inferiores a 60 por cento em quase todo o território, sendo o passado mês classificado como «seco a extremamente seco em todo o território».

«Verifica-se que a situação de seca meteorológica se estendeu a quase todo o território do continente, sendo moderada nas regiões do Ribatejo e Alentejo», lê-se no boletim.

Os valores em percentagem de água no solo, em relação à capacidade de água utilizável pelas plantas, também foram inferiores aos normais para a época em todo o território do continente.

Artigo AnteriorPróximo Artigo