Póvoa de Varzim, Sociedade, Tecnologia

Parque pioneiro inaugurado em Rates – P. Varzim

“Rates está na vanguarda da pedagogia ambiental” afirmou ontem Macedo Vieira, na qualidade de Presidente do Conselho de Administração da Lipor e de Presidente da Câmara Municipal, na inauguração do Parque do Gorgolito, em S. Pedro de Rates. “O ambiente é como a saúde, não tem preço mas tem custos elevados, daí que devemos ter a mesma atitude: prevenir”, continuou Macedo Vieira alertando para a necessidade de redução de resíduos.
O Parque do Gorgolito resulta de uma experiência-piloto criada pela Lipor para a Grande Área Metropolitana do Porto, com o objectivo de reduzir em 100 quilos por ano o volume de resíduos produzidos por pessoa. Por enquanto, o projecto está em prática somente em Rates, Senhora da Hora e Espinho.
Confiante no êxito deste projecto, Armindo Ferreira, Presidente da Junta de Freguesia de S. Pedro de Rates revelou que este espaço “nasceu da pretensão de uma freguesia mais limpa manifestada num conselho de freguesia pelos seus habitantes”. “Numa terra pioneira na prática da sustentabilidade”, este parque é “uma peça de um puzzle mais vasto que espera reduzir para já 100 quilos e depois mais através da separação” revelou Armindo Ferreira.
Do estudo realizado pela Lipor, na freguesia de S. Pedro de Rates é possível evitar a produção de 278 toneladas de resíduos orgânicos por ano. Para contribuir para a diminuição de resíduos produzidos, cada habitante deve depositar no Parque do Gorgolito os resíduos de jardim e de cozinha a fim de serem transformados, através de um processo natural, em composto, que é utilizado nos vasos, jardins e campos agrícolas da freguesia. Este espaço permite, ainda, a deposição selectiva de plásticos agrícolas e têxteis e conta com a presença de um funcionário para prestar apoio aos utentes durante o horário de funcionamento, de segunda a sexta, das 7h00 às 13h00 e ao sábado, das 7h00 às 12h00.
A inauguração do Parque do Gorgolito acontece na altura em que decorre a Semana da Prevenção, de 22 a 30 de Novembro, e por isso mesmo, Alfredo Leite, da Lipor, lançou o repto para que todos se comprometam com a empresa intermunicipal a contribuir para a prevenção (redução) de resíduos, adoptando uma série de boas práticas que visam diminuir a produção de resíduos, referindo, a título de exemplo, algumas acções como: beber água da torneira, utilizar sacos reutilizáveis para ir às compras evitando sacos plásticos e colocar etiquetas a proibir publicidade nas caixas de correio. Neste sentido, fica o apelo para que todos actuem como cidadãos responsáveis e conscientes, catalisadores de mudança, utilizando todo um conjunto de acções que promovam e estimulem o avanço da região do Grande Porto em direcção a um futuro mais sustentável.
O conceito da «Semana Europeia da Prevenção (Redução) na produção de Resíduos» é lançada no quadro da Campanha Europeia para a Redução dos Resíduos “-100”, iniciativa promovida pela Associação das Cidades e Regiões para a Reciclagem (ACR+), da qual faz parte a Lipor,  e que se inspira no conceito da semana francesa sobre o mesmo tema.

Artigo AnteriorPróximo Artigo