Cultura, Oliveira de Azeméis, Sociedade

Alexandra Farela Ramos lança edição limitada de “Murtosa FotoMemória” – Oliveira de Azeméis

A jornalista Alexandra Farela Ramos acaba de lançar uma edição limitada do primeiro volume do livro “Murtosa FotoMemória”, que se encontrava esgotada desde 2004.

A obra resulta de uma recolha de fotografias e documentos antigos (entre o princípio do século passado e os anos 70).

Com 165 páginas, o livro contém poemas de Maria Ascensão Rodrigues, António José Cravo e textos de Joaquim Lagoeiro e Diamantino Matos, entre outros.

Contando com o suporte de pequenas descrições ilustrativas das fotografias, a obra apresenta, de forma atractiva, a história da Murtosa, um pequeno concelho do distrito de Aveiro que tem “uma longa história” ligada à emigração.

“Terra de pescadores, lavradores e varinas, a Murtosa foi durante muitos anos alfobre de emigrantes, inicialmente para o Brasil, de seguida para a Venezuela e, depois, para os EUA e Canadá”, disse à EDV Informação Alexandra Farela Ramos.

“Quis com esta edição utilizar uma linguagem de fácil leitura que suscite a curiosidade, sobretudo daqueles que muito cedo rumaram para outros países”, explicou.

“Murtosa FotoMemória” foi editado pela primeira vez em 2005, sendo o actual trabalho ilustrado por um acervo fotográfico mais vasto recolhido ao longo de três anos de pesquisa.

O livro tem a chancela do Instituto de Cultura Ferreira de Castro – sedeado em Oliveira de Azeméis – e será colocado à venda este mês de Novembro nos EUA.

Natural de Aveiro, Alexandra Farela Ramos é profissional da comunicação social, tendo trabalhado em jornais diários em Portugal e nos EUA, como “O Comércio do Porto”, “Jornal de Notícias” ou o “24 Horas – América”.

Foi autora da pesquisa para um documentário produzido pela RTP sobre o escritor Ferreira de Castro.

Iniciou-se na edição com o livro “Oliveira Guerra – Dois Contos e Alguns Poemas” (2001).

Daí para cá publicou “Murtosa – FotoMemória” (2005), “Murtosa – FotoMemória II” (2005), “Joaquim Coelho, Retrato de um Benemérito” (2007) e “Sabores de Portugal” (2008).

Especialista em assuntos de emigração, é directora-executiva do programa “Pontes de Cultura” – dinamizado pelo Instituto de Cultura Ferreira de Castro – que promove o intercâmbio de acções de animação cultural com as comunidades, designadamente no âmbito das artes plásticas e da difusão da língua portuguesa, sendo directora da revista “Alma Lusa”.

Consultora redactorial de edições biográficas, Alexandra Farela Ramos tem em preparação outros livros dedicados à comunidade luso-descendentes radicada nos EUA.

Artigo AnteriorPróximo Artigo