Arouca, Economia, Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Trofa, Vale de Cambra, Valongo, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia

Portugal tem a segunda delegação estrangeira na maior feira do Mundo

Portugal terá esta semana a segunda maior delegação estrangeira na feira de calçado MICAM, em Milão, igualando a maior participação de sempre num evento no exterior ao levar a Itália mais de 80 expositores.

De quarta-feira a sábado, apenas Espanha terá uma presença mais forte na maior feira de calçado do mundo, que contará com 1.600 empresas de todo o mundo e deverá receber mais de 40 mil visitantes profissionais.

De acordo com a Associação Portuguesa dos Industriais do Calçado, Componentes e Artigos de Pele e Seus Sucedâneos (APICCAPS), esta edição da MICAM irá novamente acolher os “Prémios Inovação na Fileira do Calçado” (GAPI), uma iniciativa do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) e do Centro Tecnológico do Calçado de Portugal (CTCP).

A novidade desta edição dos prémios GAPI será a distinção das empresas que privilegiam o desenvolvimento e produção de calçado de alto valor acrescentado e que utilizam matérias-primas altamente inovadoras, destacando-se as unidades cujas soluções, a este nível, mais se notabilizaram este ano.

À semelhança do ano passado, estará também em destaque o prémio a atribuir para a marca revelação, assim como as empresas que apresentem um “design” mais revolucionário.

De acordo com dados da APICCAPS, desde o início deste ano foram já criadas em Portugal 19 marcas e mais de 70 desde 2005, tendo sido registados mais de 170 modelos em 2008 e um total superior a 650 modelos desde 2005.

Este “esforço criativo” que envolveu 68 empresas este ano e mais de 256 desde 2005.

O júri dos prémios GAPI será constituído por representantes do INPI, do CTCP, do Centro de Formação Profissional da Indústria de Calçado (CFPIC), da AICEP Portugal e da APICCAPS.

Ainda antes do final do ano, o GAPI distinguirá igualmente as restantes empresas que se notabilizaram em 2008, mas no plano tecnológico, estando abertas as candidaturas também às empresas de componentes.

Artigo AnteriorPróximo Artigo