Cultura, Póvoa de Varzim, Sociedade

Bibliotecas de Praia com mais de 63 mil visitantes – P. Varzim

               Com o fim do Verão, terminou também o período de funcionamento das Bibliotecas de Praia e de Jardim, esta última na Casa Manuel Lopes, e as estatísticas relativas ao número de utilizadores revelam bem o impacto positivo destes espaços – com uma média de 800 por dia, o Diana Bar lidera, tendo chegado a um total de 47 346 utilizadores, entre 1 de Julho e 14 de Setembro. Este foi também o período de funcionamento da Biblioteca de Praia da Lagoa, que recebeu uma média de 210 visitantes por dia, num total de 15 727.
               Quanto à Biblioteca de Jardim Casa Manuel Lopes, que funcionou entre 1 e 29 de Agosto, recebeu a visita de uma média de 20 a 30 crianças por dia, num total de perto de 600. A maior afluência verificou-se entre as 14h30 e 16h30 e a faixa etária predominante situou-se entre os três e os oito anos. Apesar de a Biblioteca de Jardim ser constituída por dois espaços, um interior e outro exterior, as crianças usufruíram mais do espaço ajardinado, na companhia de pais e avós dedicados à leitura de lazer e actividades organizadas pelos técnicos responsáveis por aquele espaço. Foi unânime, por parte dos adultos, a satisfação pela implementação deste novo serviço de promoção de diferentes formas de ocupação dos tempos livres, num ambiente familiar, com conversas amigáveis, e encontro de famílias, solicitando para o próximo ano a abertura deste espaço por período de dois meses, Julho e Agosto. A Casa Manuel Lopes funcionou este ano pela primeira vez com 120 títulos disponíveis para consulta, revistas generalistas e temáticas, jogos infantis e oficinas de expressão plástica, actividades de animação lúdica e pedagógica e sessões de vídeo.
         A Biblioteca de Praia do Diana teve ao dispor dos utentes perto de três mil títulos, entre literatura geral, infantil e juvenil, jornais e revistas generalistas e temáticas e realizou um total de 249 empréstimos no seu período de funcionamento. Os seis postos de Internet, situados no primeiro piso daquele espaço, registaram uma média de 40 acessos por dia, num total de 2725. Quanto ao programa de animação, foi constituído por 25 actividades direccionadas ao público infanto-juvenil e 37 de âmbito cultural, para um público generalista.

 
              Situada sobre o areal, a Biblioteca da Praia da Lagoa realizou um total de 110 empréstimos domiciliários, entre os perto de 1500 títulos que tinha disponíveis. O único posto de Internet existente registou cinco acessos por dia, num total de 294 e naquele espaço realizaram-se ainda 18 actividades de animação infanto-juvenil.
              Em tempo de balanço de referir ainda que, tanto no Diana Bar como na Praia da Lagoa, a utilização da Internet assinalou um número considerável: perto de 3020 registos de utilização no conjunto dos postos disponíveis. E, novidade este ano nas duas bibliotecas , o acesso à Internet por rede WI-FI, que foi bastante utilizado. A mais recente moda dos portáteis e a necessidade de informação actualizada e constante resultou num cenário com um misto de leitores de periódicos tradicionais e os “novos leitores digitais”.
             As actividades infantis registaram presença assídua dos mais novos que, em tempo de férias escolares, aproveitaram para brincar com os jogos, desenhos e pinturas que, todos os anos, preenchem a estação à beira-mar. No seu décimo ano, as Bibliotecas de Praia são, actualmente, um marco importante no Verão poveiro. Com uma evolução em termos de espaços, serviços e consequente aumento do número de utilizadores, a Câmara Municipal, Pelouro da Cultura e Biblioteca Municipal têm trabalhado em prol da cultura, promoção do livro e da leitura na Póvoa de Varzim.

Artigo AnteriorPróximo Artigo