Oliveira de Azeméis, Sociedade

Fundação La Salette aposta em cursos ambientais – Oliveira de Azeméis

A descoberta da importância do espaço circundante de forma a preservá-lo é o objectivo comum aos cursos ambientais que a Fundação La Salette (FLS) tem vindo a promover desde Maio deste ano em Oliveira de Azeméis.

A iniciativa – desenvolvida em parceria com a Associação Florestal do Entre Douro e Vouga – prossegue até Novembro com a realização de mais três cursos, o primeiro deles (“Conheça as árvores”) já no dia 20 de Setembro.

“São cursos de boas práticas ambientais que permitem às pessoas ficarem a conhecer melhor a flora e a fauna que as rodeiam, sensibilizando-as para as melhores intervenções em termos ambientais”, afirma Isabel Araújo, directora do parque La Salette.

“Queremos transmitir às pessoas conhecimentos que lhes permitam intervir de outra maneira no meio ambiente, ajudando a preservá-lo”, adianta a responsável pela mancha verde da cidade de Oliveira de Azeméis.

Em Outubro a FLS propõe aos participantes ficarem a conhecer o essencial da “Poda no seu jardim e no seu pomar” e em Novembro partirem “À descoberta dos cogumelos”.

“Os cursos, com frequência entre 12 a 15 horas cada um, são de custos acessíveis podendo as pessoas interessadas inscreverem-se junto da Fundação La Salette ou através do e-mail geral@lasalette.pt”, explica Isabel Araújo.

A responsável propõe, assim, que os interessados ocupem os próximos sábados a adquirirem instrumentos que os capacitem, depois, a aplicarem boas práticas no seu pequeno jardim ou horta, de forma fácil e sem grandes custos.

“Cada vez é mais necessário que as populações tomem consciência do planeta em que vivem e da urgência em o preservar, respeitando os equilíbrios e ritmos biológicos da Natureza”, refere a directora do parque La Salette, espaço onde são ministrados os cursos.

Esta iniciativa – feita em cooperação com a Associação Florestal do Entre Douro e Vouga (AFEDV) – não é a primeira parceria desenvolvida com esta entidade.

Entre outras cooperações, a FLS e a AFEDV já trabalharam em conjunto na implementação do Curso de Produção Agrícola, destinado à instalação de culturas florícolas e à manutenção do estrato herbáceo e arbustivo do parque da cidade.

Mais recentemente, e resultante da relação estreita entre os dois organismos, a Associação Florestal do Entre Douro e Vouga criou um núcleo em Oliveira de Azeméis, a funcionar na estalagem S. Miguel.

Artigo AnteriorPróximo Artigo