Desporto, Oliveira de Azeméis

Camisola amarela “arrepiado” na passagem por Nogueira do Cravo – Oliveira de Azeméis

O líder da 70ª Volta a Portugal em bicicleta, Rui Sousa (Liberty Seguros), confessou hoje ter ficado “arrepiado” na passagem por Nogueira do Cravo (Oliveira de Azeméis), onde residia Bruno Neves, que morreu em 11 de Maio, com 26 anos, durante a 7ª Clássica de Amarante.

“Sinto que ele está aqui no meio de nós”, referiu Rui Sousa, enaltecendo o “grande ciclista e companheiro” e o “adversário amigo”, que foi Bruno Neves.

Em Nogueira do Cravo foi colocado um cartaz, com uma grande fotografia do antigo ciclista da LA-MSS e a inscrição: “Sempre no nosso coração”.

O líder da Volta a Portugal disse ainda que pretende passar de amarelo por Barroselos, concelho de Viana do Castelo, na próxima quinta-feira, durante sétima etapa.

“Hoje foi mais um dia de líder e cada dia que passa é bom, é menos um que falta e estou quase a passar a minha terra”, afirmou Rui Sousa, à chegada da quinta etapa da prova, que ligou Gouveia a S. João da Madeira, acrescentando que nesse dia pedalará a “cerca de oito quilómetros de casa”.

Artigo AnteriorPróximo Artigo