Cultura, Póvoa de Varzim

Feira do Livro 2008: Histórias do Mar da Póvoa contadas amanhã, dia 14 – P. Varzim

Depois da primeira edição lançada em 2001, Histórias do Mar da Póvoa é agora reeditado. A apresentação da obra é amanhã, quinta-feira dia 14, às 21h30, no Diana Bar, no âmbito da Feira do Livro.
Da autoria de José de Azevedo, Histórias do Mar da Póvoa é o nº 1 da colecção “Na linha do Horizonte – Biblioteca Poveira”. Esta segunda edição, revista e ampliada, desdobra-se em temas como “Costumes Poveiros”, “Histórias do Mar da Póvoa”, “Homens do Mar da Póvoa”, “Figuras Típicas”, “Três Histórias de Natal”, “Outras Histórias” e ainda inclui um glossário e um conjunto de provérbios. Elaborado com a colaboração do Grupo Folclórico Poveiro, Histórias do Mar da Póvoa é, como simplifica o seu autor, “um simples ensaio etnográfico e biográfico, tendo o mar como figura central e a morte como vizinha mais próxima”.
A apresentação da obra vai ainda contar com dois momentos musicais, o primeiro preparado pelo Grupo Folclórico Poveiro e o segundo por Pedro Pinto e Carlos Costa, na Guitarra Portuguesa e na Viola, respectivamente.
José de Azevedo é também o autor de Poveirinhos pela Graça de Deus, o nº 14 da mesma colecção. Nasceu em 1935, no Lugar da Poça da Barca, em Vila do Conde, e, como se pode ler na sua biografia , “desde muito novo desenvolve actividade na propaganda das coisas poveiras”. De facto, foi já Vereador do Turismo e Presidente da Câmara Municipal da Póvoa, este último cargo que desempenhou de 1978 a 1980. Foi um dos responsáveis pela revitalização das Festas de S. Pedro e, enquanto colaborador de jornais como “O Comércio da Póvoa de Varzim”, “Jornal de Notícias”, “Ala Arriba”, entre outros, tem escrito sobre os costumes, tradições e histórias da Póvoa de Varzim. Publicou também um livro de poemas, Esperança, em 1953. Integrado no Quadro do Pessoal Civil da Marinha, foi chefe de Secretaria na Capitania do Porto de Vila do Conde, passando mais tarde para a Póvoa de Varzim, cargo que lhe permitiu um contacto permanente com a população pesqueira.
Esta é mais uma das obras apresentadas no decorrer da Feira do Livro da Póvoa de Varzim, instalada no Largo do Passeio Alegre. Recorde-se que no passado dia 7, Júlio Borges apresentou Linguagem e Cancioneiro Popular Poveiro, obra que também faz parte da colecção “Na Linha do Horizonte – Biblioteca Poveira”.
A Feira do Livro decorre até 17 de Agosto, abrindo todos os dias ás 16h00. Quinta-feira, por ser véspera de feriado, e na sexta e fim-de-semana a Feira encerra à 1h00.
No portal municipal pode consultar o programa completo do certame.

Artigo AnteriorPróximo Artigo