Cultura, Póvoa de Varzim

Barítono António Salgado e o pianista Ángel González juntos no concerto de dia 30 do Festival Internacional de Música – P. Varzim

         O concerto de amanhã do Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim reúne a voz do barítono António Salgado e o piano de Ángel González. Com início às 21h45, no Auditório Municipal, o programa incide sobre obras de Franz Schubert (1797-1828):
 
Die Winterreise op. 89, D. 911 (“A Viagem de Inverno” – poemas de Wilhelm Müller)
Gute Nacht (Boa Noite)
Die Wetterfahne (O Catavento)
Gefrorene Tränen (Lágrimas geladas)
Erstarrung (Entorpecimento)
Der Lindenbaum (A Tília)
Wasserflut (Inundação)
Auf dem Flusse (No rio)
Rückblick (Olhar retrospectivo)
Irrlicht (Fogo fátuo)
Rast (Repouso)
Frühlingstraum (Sonho de Primavera)
Einsamkeit (Solidão
 
·      Intervalo (15 minutos)
 
Die Post (O correio)
Der greise Kopf (Cabeça grisalha)
Die Krähe (A gralha)
Letzte Hoffnung (Última esperança)
Im Dorfe (Na aldeia)
Der stürmische Morgen (Manhã tormentosa)
Täuschung (Ilusão)
Der Wegweiser (Marco indicador)
Das Wirtshaus (A pousada)
Mut! (Coragem!)
Die Nebensonnen (Os três sóis)
Der Leiermann (O Tocador de realejo)
 
 
           Nascido no Porto, António Salgado terminou os seus estudos musicais no Conservatório Nacional de Lisboa sob a orientação da Prof.ª Fernanda Correia, ao mesmo tempo que se licenciava em Filosofia na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Depois de um ano de pós-graduação na interpretação e estilo da música vocal barroca, em Amsterdão, recebeu uma bolsa de estudos do governo austríaco para prosseguir com a sua formação vocal em Salzburgo, no Mozarteum – Universität fur Musik und Darstellende Kunst, onde realizou Mestrado em Lied e Oratória, com dissertação na obra de Lied de Franz Schubert.
          É, desde 1993, professor de Estudos Vocais – Canto – no Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro, onde fundou, em 1997, o Estúdio de Ópera desta Universidade, e da Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa, no Porto.
         A sua carreira como cantor desenvolve-se paralelamente nas áreas do Lied, da Oratória e da Ópera onde constam do seu currículo alguns dos papéis mais relevantes para baixo-barítono. Do seu currículo constam ainda várias gravações em CD e várias publicações em revistas de pedagogia, psicologia e educação musical e vocal.
          Ángel González nasceu em Madrid em 1965, cidade na qual concluiu o Curso Superior de Piano, no Conservatório Superior de Música de Madrid. Posteriormente aperfeiçoou os seus estudos na Hochshule fur Musik de Graz (Áustria), com uma bolsa do Ministério dos Assuntos Exteriores austríaco, tendo como professor Sebastian Brenda.
          Em 1989 obteve o Prémio Andrés Segóvia-José Miguel Ruiz Morales no Curso Internacional de Música Espanhola Música em Compostela. Em 1991 recebeu o Prémio Luís Coleman. Realizou cursos de aperfeiçoamento com, entre outros, o Altenberg Trio – música de Câmara, Conservatório de Viena; Ian Rogoff – música para piano de Chopin, Universidade de Valladolid; Emília Fadini – Cravo, no Palácio Real de Madrid; António Baciero – música espanhola do século XVIII; E. Picht-Axenfeld e Elza Kolodin – Interpretação de Bach-Chopin na Schule Birklehoff em Freiburg (Alemanha). Deu recitais, concertos de música de câmara, e com orquestra em numerosas cidades espanholas e em diferentes países da Europa, África e Américas.

Artigo AnteriorPróximo Artigo