Cultura, Póvoa de Varzim, Turismo

Congresso Internacional de Turismo Cultural e Religioso – comunicações reunidas em Livro de Actas lançado ontem – P. Varzim

O Livro de Actas do Congresso Internacional de Turismo Cultural e Religioso foi lançado ontem, 24 de Julho, na Póvoa de Varzim.
Recorde-se que o Congresso Internacional teve lugar na Póvoa de Varzim, entre 22 e 24 de Abril, organizado pela TUREL/TCR com o apoio da autarquia.
A obra foi apresentada pelo Cónego José Paulo Abreu, Presidente da Turel, que tratou de resumir, em breves palavras, o conteúdo do livro, que contém as 71 comunicações apresentadas ao longo do Congresso, que teve como tema “Oportunidades e Desafios para o século XXI”. A obra está dividida em duas partes, sendo a primeira relativa às sessões plenárias, onde, como explicou o Cónego, se encontram “as comunicações de cariz político e institucional, as comunicações sobre o papel dos operadores turísticos e ainda as comunicações sobre o turismo cultural e religioso no Norte de Portugal”. A segunda parte é constituída pelas sessões temáticas realizadas, onde foram debatidos temas como o desenho e a gestão das rotas culturais, a cultura, turismo e comunidades locais e ainda o turismo religioso e peregrinações. Relembrado o tema do Congresso, o Cónego José Paulo Abreu terminou a sua apresentação repetindo as palavras já deixadas no prefácio da obra, onde para além de convidar a abraçar as oportunidades e a encarar os desafios com “valentia e lucidez”, define este Congresso “como um marco importante no turismo português, no turismo cultural e religioso em concreto”.

Varico Pereira, Secretário-Geral do Congresso, explicou que o Livro de Actas termina com as conclusões do Congresso, fazendo questão de, na apresentação do livro, destacar as mais importantes, como o facto de a Turel ter sido incumbida de levar a cabo a instituição de uma rede internacional “que promova e defenda o turismo cultural e religioso de uma forma sistemática e estruturada”.  Neste âmbito, Varico Pereira deu conta de alguns dos projectos a que a Turel se propõem, como a criação “de um produto de turismo cultural e  religioso entre Braga e Santiago de Compostela, que inclui, entre outras iniciativas, a realização de uma exposição em Braga sobre Santiago de Compostela e de outra em Santiago de Compostela sobre Braga”, e ainda o lançamento de um website e uma revista anual “onde serão expostas investigações sobre a temática do turismo cultural e religioso”. Varico Pereira não deixou ainda de referir o sucesso de uma iniciativa lançada em 2007 e que criou “mais de 2.500 novos postos de trabalho especializado”: o Guia Residente de Santuários, que, como se pode ler nas conclusões, “permitiu criar um novo serviço ao nível dos Santuários de maior relevância na Arquidiocese de Braga, com resultados verdadeiramente extraordinários”. O reconhecimento do Governo Português face à relevância económica e importância estratégica do Turismo Cultural e Religioso é outras das conclusões apresentadas.
Afonso Oliveira, Vereador do Pelouro do Desenvolvimento Socioeconómico, não deixou de congratular a excelente organização do Congresso e, à semelhança do Cónego José Paulo Abreu, deixou também a sua homenagem ao Cónego Eduardo Melo, um dos mentores deste evento e que faleceu a poucos dias do seu início.
Satisfeito pelo feedback positivo do Congresso, o Vereador vê neste Livro de Actas a prova de que “a nossa aposta foi bem feita. Há aqui um efeito multiplicador que este tipo de iniciativas deve ter, pela quantidade e qualidade das intervenções e dos temas discutidos. Essa qualidade e o facto de haver um «filho» do Congresso dá uma nota positiva e a certeza de que vale a pena apoiar este tipo de iniciativas”.
O Livro de Actas do Congresso de Turismo Cultural e Religioso está disponível para download gratuito, em formato digital, no website do Congresso em www.congressoturel.org

Artigo AnteriorPróximo Artigo