Póvoa de Varzim, Sociedade

Inaugurada Pista de Ultraleves – e de um problema surgiu uma oportunidade – P. Varzim

De uma antiga lixeira nasceu a Pista de Ultraleves S. Miguel de Laundos, inaugurada no passado sábado.
Estendendo-se ao longo de 270 metros e com um hangar com 500 metros quadrados, com capacidade para cerca de dez ultraleves, o equipamento resulta de um esforço conjunto entre a Câmara Municipal, a Lipor e o Aeroclube do Norte.
A bordo de um Land Africa, o único ultraleve construído em Portugal e também um dos mais seguros, José Macedo Vieira, Presidente da Câmara Municipal, descolou da Pista de Ultraleves, onde aterrou alguns minutos depois, marcando, assim, a inauguração oficial do novo equipamento, localizado na antiga Lixeira de Laundos, num terreno cedido pela Câmara Municipal. “Este é um equipamento interessante para o concelho e representa também uma atitude pedagógica única no país que é transformar uma antiga lixeira num equipamento lúdico e útil”, explicou o autarca. “Até chegarmos aqui foi um jogo de paciência e sofrimento, também para Laundos”, assumiu, vendo este equipamento como “um prémio para esta freguesia por ter suportado, durante tantos anos, a lixeira”.
A Pista de Ultraleves está incluída no projecto do Aterro Sanitário Intermunicipal, a ser construído pela Lipor. Esta empresa intermunicipal investiu cerca de 45 mil euros na reconversão do espaço, para além dos cerca de 2 milhões e 500 mil euros gastos na selagem da lixeira. Com o avançar das obras de construção do novo aterro, a Pista de Ultraleves vai ainda gozar de novas acessibilidades, entre elas a ligação à A28.

A exploração da pista foi entregue ao Aeroclube do Norte por um período de 25 anos. Abraão Cruz, presidente desta associação sedeada na Póvoa de Varzim, explicou que a formação de uma escola de pilotagem é um dos próximos passos do Aeroclube. “São muitos os pilotos formados que depois seguem carreira na aviação profissional, por isso esta escola representa também uma nova janela profissional”, explicou. A aquisição de um Land Africa, para fazer vigilância da costa e da área florestal do concelho, é outro dos objectivos do Aeroclube, que sonha já com a construção de um pista de 800 metros, estrutura que permitiria outro tipo de aviação. Para já, comprometem-se a abrirem as suas instalações ao público para baptismos de voo em datas festivas como o Dia da Cidade, as festas de Laundos e o aniversário do Aeroclube.
José Faria, Presidente da Junta de Freguesia de Laundos, explicou que esta estrutura é uma mais valia para a freguesia “que de um problema fez uma oportunidade de desenvolvimento”. A população acolheu bem a ideia e muitos foram os que se deslocaram até ao recinto para participar na cerimónia de inauguração, num dia que certamente ficará para a história da freguesia. Lá, crianças e jovens puderam desfrutar de um conjunto de actividades, como o atelier de construção de papagaios, as subidas no balão de ar quente da Lipor, a participação em jogos educativos ou ainda divertirem-se nos insufláveis. A população pode ainda assistir a acrobacias em paramotor e ao espectáculo veloz proporcionado pelos praticantes de aeromodelismo que, na nova pista de ultraleves, encontraram um excelente local para exibir os seus pequenos aviões.

Artigo AnteriorPróximo Artigo