Cultura, S. João da Madeira

Curtas-metragens lançam cine-clube em S. João da Madeira

A “CURTA” – mostra nacional de curtas-metragens de S. João da Madeira – será “o primeiro passo” para a criação de um cine-clube na cidade, defendeu a presidente da Associação Cultural “Teia dos Sentidos”, Salomé Pinto.
“É um sonho que temos e a primeira edição da “CURTA” pode ser a rampa de lançamento para lançarmos um cine-clube em S. João da Madeira”, afirmou à EDV Informação Salomé Pinto.

A responsável sublinhou “a qualidade do auditório dos Paços da Cultura de S. João da Madeira para aí acolher o projecto”.

A primeira edição da CURTA decorre precisamente nos Paços da Cultura entre terça e quinta-feira.

“Vão ser exibidos diariamente – sempre a partir das 21:30 – trabalhos de alunos universitários e de profissionais do audiovisual de todo o País”, disse a presidente da “Teia dos Sentidos”.

O programa inclui curtas-metragens realizadas por estudantes e profissionais formados na Universidade Católica (Porto), Universidade de Aveiro, Escola Superior Artística do Porto e na Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha.

“Mais do que um auditório cheio, espero ter um auditório rico”, frisou Salomé Pinto, referindo que conta com a adesão das pessoas “com gosto pelas curtas-metragens e pelo cinema”.

A presidente da “Teia dos Sentidos” adiantou ainda que no dia de estreia o público pode contar com “uma surpresa”, prometendo que os espectadores “serão apanhados na “Teia dos Sentidos”“.

“Acesso Reservado”, uma curta-metragem de 25 minutos – realizada por Pedro Lemos e Gustavo Ribeiro, da Universidade Católica do Porto – é um dos destaques para o primeiro dia da CURTA.

“Yin & Yang” – realizada por uma equipa da Universidade de Aveiro que conta com o sanjoanense Pedro Silva, além de Daniel Alves, Diogo Costa e Ricardo Barbosa – também vai animar a noite de estreia da mostra.

Artigo AnteriorPróximo Artigo