Póvoa de Varzim, Sociedade

O Ambiente à mesa – a gastronomia biológica na Semana do Ambiente – P. Varzim

O Ambiente à mesa. Assim se pode resumir a Ecogastronomia, actividade que teve lugar na passada sexta-feira, 6 de Junho, no âmbito do programa da Semana do Ambiente, dinamizado pela autarquia de forma a assinalar o Dia Mundial do Ambiente.
Foi no Parque de Merendas de Rates que se realizou a actividade, que contou com a participação de membros do Conselho Municipal de Ambiente da Póvoa de Varzim e dos grupos coordenadores da Agenda 21 Local. Ali, assistiram a uma breve acção de divulgação do Projecto Terra à Terra e da Agenda 21 Local, dinamizada pela Lipor, a que se seguiu, então, a Ecogastronomia, isto é, a degustação de produtos biológicos, onde se incluíam o pão com enchidos, as tostas com compotas de laranja ou framboesa, mel e queijo, o chá de limonete, a limonada e o vinho biológico. A degustação foi antecedida de uma breve actividade física de relaxamento, liderada por um instrutor de ginástica da Lipor.
Entre os presentes contava-se Manuel Angélico, Vereador do Pelouro do Ambiente. Este começou por sublinhar o sucesso do Projecto Terra à Terra, que na Póvoa de Varzim contou com mais de uma centena de adesões. De facto, comparando o número de adesões dos outros sete municípios abrangidos pelos serviços da Lipor (Vila do Conde, Porto, Matosinhos, Espinho, Maia, Gondomar e Valongo), o município poveiro ocupa a segunda posição, atrás de Vila do Conde. Explicando que o Terra à Terra é um projecto de compostagem caseira que respeita o ciclo do produto, isto é, devolve à terra o que é da terra, Manuel Angélico sublinhou que é também uma forma de contribuir para a sustentabilidade de todas as coisas. Sobre a Agenda 21 Local, explicou que esta passa “pela dinâmica de cada uma das freguesias aderentes, pois trata-se de consultar a população, definir prioridades e objectivos”. De forma a atingir um futuro sustentável, a Agenda 21 passa obrigatoriamente pelas questões ambientais, levando à discussão de aspectos como “os resíduos, a água, os espaços verdes, a conservação da natureza e do património histórico e cultural”, como enumerou o Vereador.
Quanto à programação da Semana do Ambiente Manuel Angélico disse que este ano pretende “dar a conhecer os espaços naturais do concelho, chamando a atenção da população para a sua existência e para a sua importância no ecosistema local”, numa referência às visitas à Cividade de Terroso, que já decorreram, à caminhada por parte do Litoral Poveiro (no passado sábado) e também às Ecopedaladas, que têm lugar amanhã.
Fernando Leite esteve também presente na reunião. Para o administrador-delegado da Lipor, “a Póvoa de Varzim tem sido um parceiro muito importante para a Lipor, e com ele mantemos um bom relacionamento e uma boa cooperação. Estamos muito satisfeitos e isso reflecte-se não só nas nossas iniciativas mas também na adesão que elas vão tendo por parte da população poveira.” Questionado sobre novas iniciativas que possam surgir, Fernando Leite preferiu sublinhar que “mais do que novas iniciativas o que importa é reforçar as já existentes e ter cada vez mais gente a participar.”
Visite o portal municipal e fique a conhecer não só o programa da Semana do Ambiente, mas também os vários projectos dinamizados pelo Pelouro do Ambiente.

Artigo AnteriorPróximo Artigo