Cultura, Matosinhos

“Matosinhos em Jazz” encerra em grande

O Jazz esteve no ar no Concelho de Matosinhos. Foram alguns dias de movimento jazzístico em que imperou a boa disposição, a criatividade, a diversidade e a musicalidade. Sem dúvida, foram momentos de jazz para todos com uma programação variada para agradar os vários gostos existentes dentro deste estilo musical.

Depois de alguns dias de concertos e das múltiplas actividades paralelas, o encerramento da 12º edição do Festival Matosinhos em Jazz decorreu no passado sábado no auditório da Exponor com a actuação do Quinteto de Paquito d’Rivera, um dos nomes mais destacados do Jazz e da música cubana, que se tornou célebre pela grande energia em palco da sua banda e a forte capacidade de comunicação do seu líder, que para além de trompetista, mostra também os seus dons de pianista e percussionista.

A primeira parte do concerto esteve a cargo do Hamilton de Holanda Quinteto, um nome da nova música brasileira, que toca bandolim e foi consagrado como o melhor intérprete do Festival de Choro do Estado do Rio de Janeiro.

Foi, assim, da melhor forma, que terminou mais um Festival Internacional Matosinhos em Jazz, um certame que aparece, ano após ano, com o máximo vigor, e que se caracteriza por uma constante revigoração e atenção no que toca as principais novidades existentes no mundo do Jazz.

Esperamos, por isso, que esta edição tenha sido do seu agrado e aguardamos ansiosamente por alguns comentários sobre este Festival, bem como sugestões para edições futuras.

Artigo AnteriorPróximo Artigo