Arouca, Cultura

Rão Kyao, com “fado virado a nascente” na semana cultural – Arouca

“Fado Virado a Nascente” é, como o título deixa antever, uma nova abordagem do fado por parte de Rão Kyao. Acompanhado pela fadista Deolinda Bernardo, Fernando Silva (guitarra) e Carlos Macieira (viola), o músico aborda as afinidades entre a música árabe e o fado, num espectáculo que traz estes sons do mundo aos Claustros do Mosteiro de Arouca, no próximo dia 6 de Junho, às 22 horas. “Fado Virado a Nascente” é um espectáculo integrado na Semana Cultural 2008.

A ligação do fado à música árabe é assumida de forma clara por  Rão Kyao. Aliás, o músico tem afirmado as raízes orientais da guitarra portuguesa. Estas canções aliam a sonoridade da guitarra portuguesa à variedade rítmica oriental, “virada a nascente”, rendilhadas pela flauta de Rão Kyao e pela voz de Deolinda Bernardo. “Fado Virado a Nascente” vai em busca das origens do fado, num percurso em que Rão Kyao vai mais longe na sua missão de reunir Ocidente e Oriente, afirmando um novo espaço na música portuguesa.

Rão Kyao é um dos músicos portugueses que mais tem trabalhado o cruzamento de culturas. Ao longo de uma carreira que conta mais de 20 anos, o compositor e instrumentista tem procurado descobrir as raízes da música portuguesa nas zonas do globo onde se manifestou a presença portuguesa e não só. Não admira, pois, que os seus temas, interpretados por flauta de bambu, conjuguem sonoridades orientais, africanas e brasileiras. É um pouco de tudo isto que o público poderá ouvir na sua apresentação.

Artigo AnteriorPróximo Artigo