Arouca, Desporto

Freita recebe praticantes de corridas de aventura

A primeira edição do “Freita Outdoor Challenge” – a quarta etapa da Taça de Portugal de corridas de aventura – “promete muita emoção”, assegura João Gaspar, um dos organizadores da prova.

“O trajecto está muito interessante, passando por zonas espectaculares da serra da Freita nos municípios de Arouca, Vale de Cambra e S. Pedro do Sul”, afirmou à EDV Informação o responsável, que encara a competição “com muito optimismo”.

A prova decorre nos dias 12 e 13 de Abril, tendo como ponto de partida e chegada a vila de Arouca.

Durante a competição, as equipas têm de passar por uma série de etapas consecutivas, numa extensão de 200 quilómetros repartidos por segmentos de corrida, canoagem, BTT e actividades com cordas.

“A primeira edição do “Freita Outdoor Challenge” será um contributo para a massificação de uma modalidade que começa aos poucos a ganhar muito adeptos na região”, disse Adelino Silva, também um dos organizadores.

Paralelamente à prova principal decorre um “mini-raid” aberto a todos aqueles que queiram experimentar as corridas de aventura.

“Esperamos, no fundo, que seja uma jornada de festa, onde os atletas desfrutem das paisagens magníficas da serra da Freita e se divirtam a praticar este desporto fantástico”, acrescentou João Gaspar.

Os promotores criaram um sítio na Internet (http://freitaoutdoor.sitesedv.com), disponibilizando todas as informações sobre a iniciativa, que integra o calendário de competições da Federação Portuguesa de Corridas de Aventura.

A organização da prova é da responsabilidade do clube Ori-Estarreja, já com experiência em grandes eventos ligados ao desporto de orientação em Portugal.

As corridas de aventura são provas de orientação de média ou longa duração, onde as equipas com a ajuda de mapas têm de conseguir passar pelo máximo de postos de controlo definidos pela organização, num dado período de tempo.

O percurso é realizado através de meios de locomoção não motorizados: a pé, de bicicleta, a nado, em canoa, à vela, em voo, a cavalo, por meio de técnicas de progressão vertical e/ou subterrânea e/ou subaquática e através de passagens aéreas em corda ou cabo.

Frequentemente é ainda solicitada aos atletas a realização de perícias variadas como o tiro com arco, jogos tradicionais e exercícios de team-building.

Artigo AnteriorPróximo Artigo