Educação, S. João da Madeira, Sociedade

Alunos são “agentes de mudança” na sensibilização contra a droga

A Câmara Municipal de S. João da Madeira em parceria com o Trilho – Unidade de Apoio a Toxicodependentes e Seropositivos da Santa Casa da Misericórdia -, no âmbito do Projecto “Nós Jovens”, organizou em Março mais uma Formação de Pares, na Pousada da Juventude de Ovar. Foram três dias em regime de internamento.

Na Educação pelos Pares, os jovens actuam como educadores, “peritos”, “agentes de mudança”, sendo preparados e informados sobre temas de saúde que se relacionam com sexualidade, doenças sexualmente transmissíveis (DST) e consumo de drogas, dominando estas matérias em relação aos seus pares.  

Estes jovens vão poder assim esforçar-se por gerar a mudança no conhecimento, normas e crenças dos seus colegas nas escolas. O grupo de formandos foi constituído por alunos do 8.º ano do concelho de S. João da Madeira, num total de 23 jovens.

O recrutamento para este novo grupo de formandos (futuros agentes preventivos) foi feito pelos professores e colegas, tendo em conta o perfil de liderança e aceitação entre os pares.  Entre os atributos pessoais necessários para os jovens serem educadores de pares contam-se a capacidade de comunicação e de trabalho em grupo, a abertura em relação à mudança, o respeito pelos outros e pela confidencialidade, assim como o interesse pelo tema do projecto ou por tipos específicos de intervenções (por exemplo. produção de vídeos, drama, etc.). 

Artigo AnteriorPróximo Artigo